OMT: chegadas internacionais aumentaram 5% em 2013

[Por Mercado e Eventos, 20/01/2014]
O número de chegadas internacionais chegou a 1,087 bilhão no ano passado, de acordo com os dados da Organização Mundial do Turismo (OMT). Em comunicado, o órgão afirmou que os resultados foram acima do esperado, com uma adição de 52 milhões de turistas viajando pelo mundo em 2013. Para este ano, as projeções da OMT indicam um crescimento entre 4 e 4,5%.
A demanda do turismo internacional cresceu mais para destinos na Ásia e no Pacífico (6%), África (6 %) e Europa (5%) . Os principais sub-regiões foram Sudeste da Ásia (10 %), Europa Central e Oriental (7%), Sul e Europa Mediterrânea (6%) e África do Norte (6 %).
“Foi um ano excelente para o Turismo internacional”, definiu o secretário geral da OMT, Taleb Rifai. “O setor tem mostrado uma notável capacidade de se adaptar às novas condições de mercado, alimentando o crescimento e a criação de empregos no mundo todo apesar dos desafios econômicos e geopolíticos. O Turismo tem sido um dos poucos setores que geram boas notícias para a economia”, complementou.
Emissores – Entre os dez mercados emissores mais importantes do mundo, Rússia e China foram os destaques. A China, que se tornou o maior mercado emissor em 2012, teve um incremento de 28 % nos três primeiros trimestres de 2013. A Russia, o 5 ª maior mercado emissor, registrou um crescimento de 26% até setembro.
O desempenho dos principais mercados emissores de economia foi mais modesto. A França obteve 6%, enquanto Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Austrália cresceram em 3%. Outros mercados emergentes com um crescimento substancial das despesas de saída foram Turquia (24%) , Qatar (18%) , Filipinas (18 %) , Kuwait (15 %) , Indonésia (15 %) , Ucrânia (15 % ) e Brasil (14 %).
2014 – Para 2014 as perspectivas são melhores para Ásia e Pacífico, com previsão de crescimento entre 5 e 6% e Africa (4 a 6%). Europa e as Américas deve avancar entre 3 e 4%. O Oriente Medio deve ter um incremento de até 5%. “Os resultados positivos de 2013, bem como a melhoria da economia mundial prevista para 2014, apontam um cenário mais positivo para o Turismo internacional”, comentou Rifai.​