Resultados das políticas de turismo no RS superam expectativas

[Por Revista Eventos, 17/12/2013]
O Conselho Estadual do Turismo reuniu-se pela última vez este ano para assistir ao Balanço 2014, apresentado pela secretária Abgail Pereira no Centro de Eventos do Hotel Plaza San Rafael, em Porto Alegre. Entre outros dados de destaque da atividade turística no Estado, figuraram o crescimento do orçamento da pasta, que mais do que dobrou em três anos, passando a R$ 40,8 milhões, com consequente reflexo nas ações em favor da atividade, assim como a resposta positiva da iniciativa privada. Em termos de qualificação de pessoal, a meta de qualificar 8 mil trabalhadores até a Copa do Mundo foi atingida em dezembro deste ano.
“A legitimidade conferida pelo Conselho Estadual do Turismo, mais o trabalho da Setur-RS, foram induzindo o desenvolvimento do setor. O momento econômico tem sido bom, mas não se cresce sem planejamento. Foi essa dinâmica virtuosa de planejamento e investimento que possibilitou aumentar o orçamento da secretaria de 15,5 milhões em 2011 para 20,5 em 2012 e 40,8 milhões em 2013. E também aplicamos esse orçamento: 41% estão executados, 37% em execução, 13% prontos para execução e 9% em elaboração. A soma desses fatores também deu confiança à iniciativa privada, que no período construiu mais de 10 grandes hotéis e cerca de 15 grandes empreendimentos turísticos, que estabeleceu e incrementou novos voos diretos de Porto Alegre a Lima, Cidade do Panamá, Lisboa e agora Miami, quase sempre com saídas diárias. Evidente que isso realimenta o processo”, afirmou Abgail.
Em termos da qualificação de pessoal, foram 4.541 profissionais treinados via Pronatec Copa na Empresa, com um investimento de R$ 7 milhões. Houve ainda investimento de R$ 2, 2 mi (2011-12) e R$ 2, 4 mi (2013) no Sistema de Participação Popular e Cidadã. O total de profissionais qualificados desde 2011 pela Setur-RS foi 8.898. Atingida 7 meses antes, a meta até a Copa do Mundo 2014 era 8 mil.
Investiu-se também R$ 500 mil no Parada Trilegal, oferecendo consultoria para 30 empresas entre Jaguarão e Vacaria, trecho pelo qual chegam 40% dos visitantes estrangeiros do Brasil, e R$ 370 mil no Cadastur, Cadastro de Empresas de Turismo, legalizando empresas e tornando-as aptas para concorrer em licitações e editais públicos, atendidas também 26 Jornadas Técnicas em todo Estado para qualificação empresarial.
O setor público foi qualificado com investimento em 26 estudos de competitividade em municípios turísticos do interior, a R$ 780 mil, e em uma Rede Virtual de Governança, a R$ 150 mil. E apoio ao Planejamento para prefeituras, com R$ 110 mil, elaboração de um Observatório do Turismo, com R$ 650 mil e ações em eventos no valor de R$ 312 mil.
Na promoção, além do primeiro Plano de Marketing e da primeira marca promocional, houve sensível aumento na participação em feiras internacionais: 7 em 2011, 12 em 2012 e 17 em 2013, com investimento de R$ 1,7 milhão. Nos 3 anos houve apoio a 65 feiras e eventos em 42 municípios do RS, que é o único estado nacional com ao menos 1 grande evento para cada semana do ano.
Em termos da infraestrutura, foi pela primeira vez captado um financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o turismo gaúcho, no valor de 45 milhões de dólares. Para concretizar esta captação, já está em andamento um Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS), no valor de R$ 354.415,00. Também pela primeira vez o Estado teve acesso ao Prodetur, Programa de Desenvolvimento do Turismo, que vai investir R$ 4,5 milhões em sinalização e pequenas obras de infraestrutura.
Abgail Pereira agradeceu o engajamento de todos, ressaltando que a estruturação do setor começou a partir da criação de níveis de governança estadual, onde estão a própria Setur-RS e o Conselho Estadual do Turismo, regional, onde estão o conjunto de gestores das prefeituras envolvidas e colegiados compostos por não-governamentais e privados, e municipal, envolvendo prefeitura e colegiado turístico local. Foi esse estruturação que deu legitimidade ao Plano Diretor do Turismo, com seus planos de desenvolvimento e de marketing, à primeira Lei Estadual do Turismo e à primeira marca promocional do Estado, Rio Grande do Sul: Um Grande Destino.
O crescimento do turismo no Brasil em 2012 foi de 4, 8% e no RS de 12%. O total de turistas estrangeiros no RS em 2011 foi de 724 mil e em 2012 de 850 mil, segundo a Embratur. Durante a Copa do Mundo, o Ministério do Turismo estima um extra de 60 mil turistas estrangeiros para Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *