Theresina Hall: cidade terá novo espaço para desenvolver turismo de eventos

[Por Portal O Dia, 03/11/2013]
Monumental, Theresina Hall é a tradução de um novo conceito de casa de shows, por ter sido projetada para abrigar eventos nacionais e internacionais, de todas as proporções, – com requinte e conforto. Com inauguração marcada para o dia 22 de novembro – com show do cantor e compositor Djavan -, o Theresina Hall mudará a cena cultural da capital piauiense, abrindo as portas para grandes espetáculos, convenções, feiras etc.
Embora Teresina tenha como característica o turismo de negócios, essa vocação era prejudicada pela ausência de um local que pudesse receber eventos de magnitude, com as condições necessárias para o brilho desses acontecimentos. O espaço Theresina Hall surge com essa perspectiva de mudança, de transformação no setor de eventos, como vêm testando aqueles que tiveram a oportunidade de conhecer as suas instalações.
“Fiquei surpreso com a magnitude do empreendimento. É uma obra significativa para a nossa cidade e o espaço terá capacidade para receber um grande público, um público significativo. O Teresina Hall será um espaço para receber espetáculos de alto nível. É uma obra de primeiro mundo e os teresinenses agradecem”, entusiasma-se o prefeito de Teresina, Firmino Filho.
Para o engenheiro Mauro Lopes, a capital piauiense necessitava de um espaço que abrigasse eventos de natureza diversa, justamente por Teresina ser uma cidade vocacionada para eventos, para negócios: “Teresina estava precisando de um espaço com a qualidade do Teresina Hall. A cidade tinha essa dívida com a população, pois muitos artistas passavam de Fortaleza (CE) para São Luís (MA) em razão da falta de estrutura para os bons espetáculos. Theresina Hall está dentro dos melhores padrões de qualidade, seja no tocante à acústica, visão de palco etc. Conforto certo e segurança para o público e para o artista – que terá camarim de primeira linha, uma estrutura de primeiro mundo, bem melhor até do que muitas casas Brasil afora”, assinala Mauro.
Inovações
Concebido pelo arquiteto Gualberto Jr., o projeto foi elaborado dentro dos mais altos padrões de Centros Culturais de Múltiplos Usos existentes no país. Tudo foi pensado no sentido de que o Theresina Hall englobasse os anseios dos teresinenses: um padrão internacional. O tratamento acústico do Theresina Hall, por exemplo, foi concebido por especialistas em acústica que vieram várias vezes a Teresina acompanhar o desenvolvimento das obras, checar os materiais a serem utilizados, bem como avaliar as implicações da localização de equipamentos, como geradores de grande porte e do sistema de dutos de ar condicionado.
São mais de três mil metros quadrados para receber shows, espetáculos, musicais, congressos, conferências, eventos abertos ou para públicos específicos. Esse é o novo momento que o turismo de eventos teresinense terá a partir da abertura do Theresina Hall, localizado na zona Leste da capital (na entrada do setor de esportes da Ufpi).
Um amplo e versátil espaço para contemplar eventos com público sentado, com mesas e serviçode bar e restaurante ou para grandes shows, além de camarotes. O salão principal possui 2.436 m² e a área destinada aos camarotes, equipados para oferecer ainda mais conforto, possui área de 734 m².
O Theresina Hall promete mudar a maneira de promover eventos na capital. O palco, que possui 500 m², foi idealizado para receber as mais diversas atrações, desde shows a apresentações teatrais e congressos, tem todo o tratamento acústico realizado sob a supervisão de empresa especializada com sede em Recife (PE).
O palco foi estruturado em padrões internacionais de cenotecnia, projetado por uma das mais importantes irmas da área no país, a Cineplast – empresa responsável também pela vestimenta cênica dos melhores teatros nacionais, como o Theatro Municipal de São Paulo e o Municipal do Rio. Com cinco camarins, estacionamento próprio, inclusive para carretas e caminhões, subestação de 1 mega watts e dois geradores de energia próprios com 750 KWA (cada), espaço totalmente climatizado. O espaço tem capacidade para quatro mil pessoas sentadas (em formato auditório), 10 mil em pé – com a possibilidade de 500 mesas no salão principal.
Theresina Hall obedece a todas as normas de segurança, proteção contra incêndios, conforto térmico e acústico, bem como de acessibilidade, contando inclusive com um elevador especial para acesso às áreas dos camarotes. O estacionamento privativo conta com total segurança para os convidados. As rampas estão presentes em todos os ambientes, em todos os níveis da construção, possibilitando a fácil circulação de cadeirantes por todo o espaço. Para reforçar a segurança, o Theresina Hall conta com circuito interno de tevê com câmeras em todos os espaços da casa – monitoradas por pessoal treinado e especializado na área.
Shows
Para a abertura do Theresina Hall, o show de cantor e compositor Djavan já ressalta o alto nível da programação do maior centro de eventos do Norte e Nordeste do Brasil. Dia 22 de novembro, o artista apresenta uma coletânea de seus maiores sucessos para um público ávido por shows dessa magnitude.
No dia 4 de dezembro, mas um espetáculo para o teresinense: o show do cantor e compositor Roberto Carlos. O eterno Rei canta seus grandes sucessos que vêm embalando gerações, nas últimas décadas, em toda a América Latina. Djavan e Roberto Carlos, dois shows imperdíveis para ficar na memória do teresinense, que verá seus ídolos em um ambiente moderno, requintado e confortável. A procura do público é intensa, no sentido de conseguir adquirir acesso com a finalidade de assistir a show de qualidade extrema, como há muito não se via em Teresina.