Oferta hoteleira de João Pessoa (PB) não estimula turismo de eventos

[Por Panrotas, 31/10/2013]
Muitos destinos turísticos no Brasil (e no mundo) enfrentam o dilema da ampla oferta hoteleira não ser condizente com o centro de convenções da cidade. Maceió é um exemplo. A hotelaria cresceu, mas o turismo de eventos não acompanhou.
Em João Pessoa se dá justamente o inverso. Dispõe de amplo e moderno Centro de Convenções, que quando totalmente concluído abrigará até dez mil pessoas num único evento, Mas a hotelaria da cidade, estagnada, não passa de dez mil leitos.
Para solucionar esse desencontro, o governo da Paraíba criou o Polo Turístico de Cabo Branco, bem próximo do Centro de Convenções. São 21 terrenos, que darão lugar a meios de hospedagem (hotéis de médio porte e pousadas). No total, serão dez mil novos leitos para a capital paraibana.
O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, que é candidato á reeleição, adiantou que o Polo Turístico de Cabo Branco estará com 50% de suas obras concluídas daqui há três anos. Não é um pedido, segundo ele. É uma exigência junto ao empresariado que adquiriu terreno para construção.