Sustentabilidade é tema de debate em congresso

[Por MTur, 02/10/2013]
O secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz, esteve nesta quarta-feira (3), no 1º Congresso da Indústria Tocantinense, em Palmas, em evento que recebe, durante dois dias, debates ligados ao crescimento da região. Os temas centrais são as potencialidades da região, ações em sustentabilidade, inovação e investimentos.
Lummertz participou de um painel sobre sustentabilidade e ressaltou a importância do tema para o turismo. No Tocantins, disse o secretário, as belezas do Jalapão e os recursos hídricos da região poderiam ser explorados de modo sustentável.
O turismo representa 3,7% do PIB no Brasil. No mundo, este percentual é de 9,8%. Segundo o Fórum Mundial Econômico, o Brasil é o 51º em competitividade, mas o 1º do ranking em potencialidade e de belezas naturais.
“Isso mostra para onde temos que voltar os nossos olhos, precisamos fazer com que os nossos recursos naturais sejam bem aproveitados e retornem em desenvolvimento das comunidades e da economia com um todo”, disse.
O grupo de trabalho que reúne profissionais do MTur e do Ministério do Meio Ambiente (MMA) estuda a viabilidade de criar infraestrutura em parques nacionais para que possam receber turistas brasileiros e estrangeiros durante a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas.
Na abertura oficial estavam presentes o ministro dos transportes, César Borges, o governador do Tocantins, Siqueira Campos, o secretário do MTur, Vinícius Lummertz, a senadora tocantinense, Kátia Abreu, e autoridades estaduais. No painel da sustentabilidade participaram dos debates Pedro Parente, presidente da Bunge, Marcos Jank, especialista em agronegócios e bioenergia.
A realização do Congresso é da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Tocantins (Sebrae/TO), com apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Sebrae Nacional, Confederação Nacional da Agricultura (CNA), SENAI Tocantins/CETIQT RJ e parceiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *