Fórum em Maringá debate turismo no noroeste

[Por O Diário.com, 03/10/2013]
Nesta quinta-feira (3), a partir das 7h30, na sede da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), acontece o Fórum de Criatividade Empreendedora – Sexto Congresso de Turismo do Noroeste do Paraná. O evento, promovido pela Prefeitura de Maringá e pelo Convention & Visitors Bureau (CVB), deve reunir entre 200 e 250 pessoas. Diversas palestras vão abordar novas perspectivas de turismo para Maringá.
Segundo Yara Linschoten, diretora-executiva do CVB, o turismo de eventos, por exemplo, exige uma estrutura específica como um Centro de Convenções. “Esta é uma das bandeiras do Convention. É inadmissível que uma cidade do porte de Maringá não tenha um Centro de Convenções”, opina. Ela ressalta que o turismo movimenta toda uma cadeia da economia. “Um turista que vem para Maringá gasta, em média, R$ 280, por dia”, diz. Além de debater novas perspectivas de turismo, a cultura também é o foco das palestras do Fórum.
Para a gerente de Turismo, Vanda Pille, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, a expectativa do Fórum é fortalecer o segmento como um todo. “É preciso debater o turismo como algo mais próximo e quebrar o paradigma de que só eventos grandiosos podem ser atrativo turístico”, explica. Ela aponta que Maringá, em si, atrai turistas. “A arborização, o traçado moderno, a qualidade de vida, a cultura e a beleza são alguns itens”, cita. Na opinião dela, turismo não é apenas lazer. “Se observarmos, somos referência em Saúde, Educação, além de sermos modelo de gestão”, destaca.
Vanda acrescenta que a Gerência de Turismo está empenhada em viabilizar o Centro de Convenções. “Maringá deve ter um local planejado para atender o turismo específico da cidade”, defende. Uma estrutura dessa natureza, na opinião dela, dinamiza a economia. “O turismo beneficia, de maneira direta, 52 segmentos da economia, sem contar os segmentos indiretos”, frisa.