Consumidor da Copa terá atenção especial

[Por MTur, 03/10/2013]
O Grupo Executivo da Copa do Mundo Fifa 2014 (Gecopa) deverá ganhar um comitê para tratar exclusivamente de questões relacionadas às relações de consumo durante o mundial de futebol. O assunto, debatido nesta quinta-feira (3) entre representantes do governo federal e do setor de turismo, no Rio de Janeiro, tem por objetivo ampliar o atendimento e dar respostas rápidas a eventuais conflitos entre turistas, brasileiros ou estrangeiros, e prestadores de serviços.
“O turismo é prioridade na agenda de defesa do consumidor do governo. Estamos percorrendo as cidades-sede para propor a adoção de uma estratégia conjunta de atuação”, afirma a secretária Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, Juliana Pereira. Ela coordena, com o apoio do Ministério do Turismo e da Embratur, as reuniões do Comitê Técnico de Consumo e Turismo nas cidades-sede, que começaram por Belo Horizonte, na semana passada.
O diretor de Gestão Estratégica do MTur, Ítalo Mendes, falou sobre a importância de atender às demandas do consumidor e anunciou que o ministério reforçará a campanha Viaje Legal, voltada para prestar informações ao turista por meio de campanhas. Segundo ele, o MTur também se esforça para regulamentar dispositivos da Lei Geral do Turismo, como o implantação de um livro de reclamações e fiscalização dos prestadores de serviços.
O secretário de Turismo do Estado Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, falou sobre os centros de atendimento do consumidor, implantados para a Jornada Mundial da Juventude, como exemplo de ação integrada entre os diversos órgãos do estado. “Temos a convicção de que o bom atendimento é a ferramenta que falta para que o estado do Rio de Janeiro se torne, definitivamente, uma potência mundial no segmento turístico”, disse ele, ao recepcionar os representantes de governos, do judiciário e dos segmentos de agencias de viagens, hotelaria, operadores e profissionais do turismo.
Como representante do setor produtivo, o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio, disse que o trabalho conjunto proposto pelo governo federal vai servir para facilitar o processo de solução de problemas. Em referência às criticas ao alto custo dos serviços turísticos no país, Sampaio avaliou que o fórum servirá também para desmistificar e elucidar questões desta natureza.
O assessor da presidência da Embratur, Leandro Garcia, avaliou que a qualidade do atendimento aos turistas terá impacto direto na imagem que o visitante estrangeiro levará do país depois dos grandes eventos. Acreditamos que iniciativas preventivas para garantir o direito dos consumidores terão impacto no legado da Copa do Mundo, disse.
Pauta – O comitê do governo federal está levando às cidades-sede uma pauta com quatro pontos principais: a realização de um diagnóstico dos serviços prestados ao turista, a elaboração de um plano de contingenciamento para os fluxos de atendimento ao consumidor, a realização de ações de formação e educação, além da criação de uma Câmara Técnica de Consumo e Turismo do Rio de Janeiro, com o objetivo de elaborar e implementar as ações no âmbito local.
Juliana Pereira disse que todas as propostas resultantes das reuniões do comitê serão reunidas em documento que será apresentado ao Gecopa.
O Comitê Técnico de Consumo e Turismo do Plano Nacional de Consumo e Cidadania – Plandec foi criado pela presidenta Dilma Rousseff em março desse ano. É coordenado pelo Ministério da Justiça e tem como membros o Ministério do Turismo, a Secretaria de Aviação Civil, o Ministério da Saúde, o Ministério dos Transportes, a Embratur, a Anac, a Infraero, a ANTT e a Anvisa.
Confira o calendário das próximas reuniões:
08/10 – Cuiabá (MT)
10/10 — Porta Alegre (RS)
15/10 – Brasília (DF)
17/10 – Manaus (AM)
29/10 – São Paulo (SP)
04/ 11 – Fortaleza (CE)
12/11 – Salvador (BA)
13/11 – Recife (PE)
02/12 – Curitiba (PR)
09/12 – Natal (RN)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *