ABIH-RJ alerta para necessidade de um novo centro de convenções

[Por Revista Eventos, 22/10/2013]
Alfredo Lopes, representante da categoria, acredita que a queda na ocupação acumulada anual pode chegar a 12 pontos percentuais em 2013. “Nos últimos grandes eventos, como foi o caso do Rock In Rio e até o Carnaval, os índices de ocupação já estão entre 3 e 10 pontos percentuais inferiores aos apresentados nos anos anteriores. Isso não se sustenta sem um calendário robusto e a abertura de novos mercados, e só reforça a necessidade de termos um centro de convenções operando na Zona Sul do Rio de Janeiro”, comentou o presidente da ABIH-RJ. Segundo a Rio Negócios, de 2010 até 2016 o número de quartos de hotéis na cidade do Rio de Janeiro vai quase dobrar, chegando perto dos 40 mil.
No entanto, segundo Sergio Junqueira Arantes, publisher da Revista Eventos e diretor do Fórum Eventos e do Prêmio Caio, “mais um pequeno centro de convenções vai resolver muito pouco. É pensar pequeno. Já vai nascer ultrapassado. O Rio de Janeiro precisa de um espaço de grande porte, que permita que a cidade passe a disputar os maiores eventos do mundo, um espaço que situe o Rio no Ranking dos 50 maiores do mundo”. “O Estado possui áreas disponíveis e adequadas, basta que o empresariado exerça a sua cidadania e exija do poder publico que as disponibilize, pois não faltarão investidores interessados na sua construção, sem ônus para o governo. O que se exige, é cidadania e vontade politica”, finaliza Junqueira.