Recife na disputa para sediar IGLTA 2016

[Por Recife CVB, 18/09/2013]
Durante a última edição da Feria de Turismo das Américas – ABAV 2013, a Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), Recife Convention & Visitors Bureau (RCVB), Prefeitura do Recife e Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes (Abrat GLS) apresentaram ao trade turístico nacional a candidatura de Recife para sediar a Convenção Anual Global da International Gay and Lesbian Travel Association (IGLTA) em 2016. A apresentação aconteceu no Espaço LGBT da Feira das Américas, promovida pela Abrat GLS.
Para a formalização da candidatura do Recife para 2016, o RCVB está produzindo o caderno de encargos (bidding book), juntamente com a Empetur e a Prefeitura do Recife, que deverá ser enviado ainda nesta segunda-feira (16) à IGLTA. Para a criação dele foi formado um Host Committee, com a participação de várias entidades públicas como a Abrat Nordeste, Governo de Pernambuco e instituições privadas que estão unindo forças para trazer o evento. O hotel sede do evento ainda não está definido, mas as negociações estão avançadas, com o intermédio do RCVB e da Empetur.
Ainda sobre a captação da IGLTA, no dia 23/09 serão definidas as duas cidades que irão disputar o direito de sediar o evento em 2016 e que poderão defender sua candidatura em Madri, no dia 5 de outubro. O resultado final será conhecido no dia 7/10. Empetur, Recife Convention e a Prefeitura do Recife vem articulando há mais de três anos a vinda da Convenção da IGLTA para o Recife.
O presidente da Empetur, André Correia, afirma estar confiante em relação à realização da IGLTA no Estado. “O Recife sempre foi uma cidade que recebeu todos de braços abertos. Tanto que o quesito hospitalidade do povo pernambucano geralmente é o melhor avaliado nas pesquisas que realizamos com o turista LGBT. Por isso estamos bastante confiantes”, explica Correia.
Sobre a possibilidade de escolha do Recife como sede, a presidente da Abrat GLS, Marta Dalla Chiesa, declarou: “O que precisamos mostrar que este é outro destino brasileiro completamente diferente de Florianópolis. Como somos um País de dimensões continentais, a ideia de que a cultura e as atrações turísticas regionais no Brasil são completamente diferentes deve ser reforçada. Além disso, existe um potencial de crescimento muito grande para organização (IGLTA) nesta região do País, o que é um ponto forte”.
O RCVB ressalta o impacto econômico do turismo LGBT, uma vez que esse visitante tende a gastar mais que os demais da mesma faixa de renda. “Esse é um evento de ponta, um dos melhores do setor. O público participante da Convenção é inteiramente do trade, por isso servirão como multiplicadores e formadores de opinião em relação ao destino. A captação de um evento desse segmento é estratégico para dar prosseguimento aos projetos friendly”, comenta a diretora executiva do RCVB, Maitê Uhlmann.
Hoje, o Recife desponta na rota do turismo LGBT, tendo Pernambuco como um dos cinco destinos gay friendly no Brasil reconhecidos pela Embratur. Trabalhando para consolidar mais esse filão, o RCVB vem realizando nos últimos anos diversas ações para atrair eventos do porte da IGLTA e promover o nosso destino, como por exemplo o selo “Friendly LGBT Pernambuco Simpatiza com Você”.
Pernambuco foi o primeiro Estado do Nordeste e o terceiro do País a elaborar um guia voltado ao público, o Guia LGBT – Recife/Pernambuco – Um Estado de Felicidade, uma iniciativa da Empetur, em parceria com o Recife Convention, Prefeitura do Recife e Abrat GLS. Criado há dois anos o guia foi publicado em português, inglês e espanhol e mostra os principais atrativos do Estado desde a gastronomia, passando pelos pontos turísticos até as baladas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *