Como diversificar o turismo em Santa Catarina

[Por MTur, 12/09/2013]
No ano de 2012 o estado de Santa Catarina recebeu a visita de mais de 858 mil estrangeiros que estiveram no Brasil e escolheram Florianópolis, Balneário Camboriú e Bombinhas como destino de lazer. O número reflete um aumento de pouco mais de 3,3 mil turistas em relação ao ano anterior, conforme pesquisa divulgada no final de agosto pelo Ministério do Turismo e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).
O fato é positivo, comemora o secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz. Mas a região apresenta um potencial, ainda pouco explorado, para outros segmentos do turismo: os negócios e o ecoturismo. O turismo de natureza representa apenas 4,4% das preferências dos estrangeiros em Florianópolis enquanto Camboriú tem 6,1%.
“Florianópolis sequer é citada entre os principais destinos de negócios e ainda não tem grande procura por ecoturismo e turismo de aventura, apesar dos grandes atrativos naturais, também”, afirma. Cerca de 50% do território da Ilha de Santa Catarina é de reserva ambiental e ecológica, como o Parque do Rio Vermelho e a Lagoa do Peri. Balneário Camboriú oferece passeios por trilhas e um bondinho do Parque Unipraias.
Na pesquisa FIPE, Florianópolis aparece em segundo lugar entre os 10 principais destinos de lazer mais visitados, com 18,1% dos visitante a lazer. Balneário Camboriú é o sétimo colocado, com 5%, e Bombinhas o oitavo, com 4,8%. Rio de Janeiro é o primeiro na preferência dos estrangeiros.