Riocentro receberá R$ 200 milhões em investimentos

[Por Panrotas, 17/07/2013]
Um hotel com a marca Grand Mercure, da Accor, um restaurante fixo com a grife Pax Delícia e adaptações para se transformar, de dezembro deste ano a agosto de 2014, no International Broadcast Center (IBC) da Fifa para a Copa do Mundo no Brasil somarão investimentos de R$ 200 milhões para o Riocentro até o ano que vem. Segundo a diretora geral do Riocentro, Milena Palumbo, desde 2006, quando assumiu o espaço, a GL Events Brasil já investiu R$ 100 milhões em melhorias, como a implantação do sistema de ar condicionado e a automatização do estacionamento. Com o hotel e o restaurante, ela acredita que o Riocentro dará um novo salto qualitativo em sua trajetória.
O hotel, com previsão de abertura para o primeiro semestre de 2014, de frente para a avenida principal de acesso ao Riocentro (Salvador Allende), terá 306 apartamentos, 600 m² de salas de reuniões, dois restaurantes – sendo um panorâmico na cobertura –, piscina e espaço fitness com spa. O projeto é assinado pelo arquiteto francês Jean Michel Wilmotte, a gestão da Accor, em parceria com a GL Events Hospitality. Já o restaurante Pax Delícia ficará no Pavilhão 1 e abre em setembro. Terá espaço para 600 pessoas.
O sistema de BRT (ônibus rápido) que está sendo implantado pela Prefeitura na Barra da Tijuca (já está funcionando a linha da avenida das Américas) terá uma parada em frente ao Riocentro, quando a linha Transoeste for aberta.
Sobre a “interdição” do Riocentro de dezembro a agosto, devido à Copa, Milena Palumbo explica que os eventos de calendário foram realocados para o pavilhão 2, que tem 11 mil metros quadrados, e que contará com uma tenda provisória, com mais sete mil metros quadrados. Há outros 12 mil metros quadrados que não serão utilizados pelo IBC ou pela Fifa. Esta, aliás, já está baseada no Pavilhão 1 do Riocentro, que foi reformado para isso. “Em setembro já teremos 600 pessoas da Fifa trabalhando lá”, disse Milena.
Além do Riocentro a GL Events administra a HSBC Arena, que foi utilizada para o Pan 2007 e que hoje recebe shows e eventos corporativos, e o Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, sua estreia no mercado paulista.