PAC do Turismo disponibiliza R$ 800 mil para Marechal Deodoro e Penedo no Alagoas

[Por G1, 26/07/2013]
O Ministério do Turismo (Mtur) anunciou que vai investir R$ 7,8 milhões na implantação de sinalização turística em 13 cidades históricas de oito estados do Nordeste. Em Alagoas, serão contempladas pelos recursos do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC do Turismo, duas cidades históricas: Marechal Deodoro e Penedo, que terão à disposição R$ 800 mil para modernização da sinalização dos destinos turísticos.
Segundo dados do Ministério, o Nordeste deverá ser o destino de 55,2% dos brasileiros que pretendem viajar até o final deste ano.
A região abriga alguns dos principais roteiros de sol e praia e de turismo religioso do país e desponta também para o turismo de eventos e negócios.
Com todos estes atrativos, o Nordeste foi contemplado no PAC do Turismo e receberá um incremento na sinalização turística no intuito de garantir melhor informação, segurança, conforto e mobilidade para quem visita os destinos.
A implantação e modernização da sinalização dos destinos turísticos deverão atender aos padrões internacionais, visando à circulação de visitantes que chegarão ao Brasil para os eventos esportivos previstos para acontecer em 2014 (Copa do Mundo de Futebol) e 2016 (Olimpíadas). O PAC das cidades históricas é um programa intergovernamental coordenado pelo Ministério da Cultura.
Maceió
Ainda dentro do PAC do Turismo, a capital alagoana terá recursos na ordem de R$ 20 milhões para reforma e ampliação do Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso. O centro é um importante atrativo turístico do estado e sua reforma atrairá ainda mais turistas para o destino.
Um dos critérios de distribuição das verbas é o índice de competitividade turística do município pleiteante, medido pelo Ministério do Turismo com base em 13 indicadores. Os contratos não são passíveis de aditivo – ou seja, os municípios contemplados precisarão concluir as obras com a verba liberada pelo PAC. O decreto 8.025, que institui o PAC do Turismo, foi publicado no Diário Oficial da União.