Turismo de Cascavel aposta em benchmarking para qualificação

[Por INCorporativa, 25/06/2013]
Muita novidade aguarda os hóspedes do hotel de José Luiz Roman Oliva, em Cascavel. “Gosto de investir e as visitas que fizemos em Foz do Iguaçu abriram horizontes”, comenta o empresário depois de ter participado de uma programação especial na fronteira. Durante dois dias, Oliva conheceu novos fornecedores para o hotel, além de práticas que ainda não tinha acesso em Cascavel.
A consultora do Sebrae/PR, Danieli Doneda, conta que a viagem para Foz do Iguaçu fez parte de uma missão empresarial, na qual empresários e representantes do trade de turismo de Cascavel participaram do Festival de Turismo das Cataratas e conheceram alguns empreendimentos do setor. “Nossa intenção foi buscar boas práticas, tanto para a gestão empresarial quanto para a do Convention (Cascavel Convention & Visitors Bureau).”
Foi na visita aos estandes do Festival que José Luiz Roman Oliva conheceu novos fornecedores de roupas de cama, fechaduras, caldeiras para hotel, dentre outras. “Nunca tinha ido a uma feira e, para mim, a visita foi muito importante. O que acontece é que a gente acaba comprando sempre só de um fornecedor, sem conhecer se existem outros melhores. O Festival abriu meus olhos e já fiz negócios.”
A caravana, que esteve em Foz nos dias 14 e 15 de junho, também visitou hotéis e restaurantes. Visita que também rendeu inovação para Oliva. “Foi em Foz que achei o software que eu queria usar no hotel, fechei negócio e já começaram a instalar. Já na visita a um hotel de Foz, percebi que a numeração das portas também era a que eu queria e vou tratar disso com o mesmo fornecedor”, destaca.
Encontro de negócios
Para Danieli Doneda, do Sebrae/PR, além do benchmarking, busca de boas práticas, a visita dos representantes do setor turístico de Cascavel em Foz do Iguaçu também possibilitou mostrar o destino para grandes operadores de turismo. “Nosso foco era apresentar Cascavel como destino para o turismo de negócios e eventos, nos setores de agronegócio e automobilismo”, salienta.
O Encontro de Negócios Sebrae/PR foi uma programação especial dentro do Festival das Cataratas e possibilitou que representantes de 11 destinos turísticos do Paraná, dentre os quais Cascavel, mostrassem seus atrativos a operadores de turismo. Na mesa de Cascavel, estavam empresários do setor hoteleiro e receptivo, Prefeitura Municipal, Conselho Municipal de Turismo de Cascavel (COMTUR) e Cascavel Convention & Visitors Bureau.
“Pela primeira vez, mostramos a nossa ‘cara’ para operadores de turismo de todo o Brasil em um evento do porte do Festival”, relata Gunnar Georgi, presidente do Cascavel C&VB. “Muitos dos operadores só tinham ouvido falar de Cascavel, mas não conheciam o potencial e a estrutura que a cidade tem. Também aproveitamos a ocasião para convidá-los para visitar a cidade e alguns já estão de viagem marcada”, comemora.
O encontro de negócios e a participação em todas as atividades da missão empresarial, complementa Gunnar Georgi, foram um ‘pontapé’ para o grupo participar de outros eventos de mesmo ou maior porte.
Seminário
O Seminário Paraná MICE – Turismo de Negócios e Eventos também esteve na programação das atividades do grupo. No Seminário, representantes do Institut Cerdà, de Barcelona, contaram o caso de sucesso que fez com que a cidade catalã se consolidasse como um dos três principais destinos do mundo no segmento, mostrando como a cidade se estruturou para fazer isso acontecer em 20 anos.
“Acredito que o Seminário foi o ponto alto de toda a programação”, enfatiza a empresária do setor de gastronomia em Cascavel, Marilene Zenatti. “O modelo que eles criaram, mesmo sem ter nenhum forte atrativo foi um exemplo. Acredito que também possamos ter um resultado assim, claro não nas mesmas dimensões, mas adaptado à nossa realidade regional”, cita.
A empresária acredita que uma das ações feitas em Barcelona pode ser realizada com facilidade em Cascavel. “Me chamou muito a atenção eles terem criado um departamento de captação de eventos, no qual todos os órgãos do turismo de eventos estão representados. Podemos aplicar esse modelo aqui. Com uma só voz, as pessoas começam a nos ouvir melhor”, salienta Marilene Zenatti.
Região
Após o exemplo de fora, foi apresentado o Projeto Paraná MICE – Turismo de Negócios e Eventos, do Sebrae/PR, que já envolve 200 empresas do segmento em todo Estado e será realizado até 2016. Na região oeste do Estado, informa o gerente regional do Sebrae/PR, Orestes Hotz, Cascavel e Foz do Iguaçu são as cidades que recebem o Paraná MICE.
Foz do Iguaçu, complementa Hotz, cidade em que o turismo já é reconhecido internacionalmente, o Sebrae/PR compõe o trade de turismo para desenvolver e otimizar as estratégias para no segmento de Negócios e Eventos. “Já em Cascavel, o Sebrae/PR, junto as entidades de fomento ao setor, auxilia a traçar estratégias para que o município possa aproveitar o potencial do turismo de negócios e eventos, tendo na base eventos já consagrados na cidade como o Show Rural e provas de automobilismo nacional, como a Stock Car, Fórmula Truck ou Kart”, enumera.
Além dos setores do agronegócio e automobilismo, a cidade também tem potencial para atender demandas do turismo de negócios e eventos no segmento da saúde e educação, dois setores de altíssimo potencial em Cascavel, aponta Orestes Hotz, do Sebrae/PR.
Em Cascavel, o Paraná MICE foi ‘batizado’ como Conheça Cascavel e foi apresentado após as explanações dos projetos estadual e de Foz do Iguaçu. De acordo com Evilásio Schmitz, vice-presidente do COMTUR, esse também foi um momento muito importante para a cidade.
“Produzimos um vídeo para ser apresentado especialmente nesse momento. Mesmo que a natureza não tenha nos brindado tão fortemente como Foz do Iguaçu, temos grande potencial turístico no segmento de negócios e eventos. O Conheça Cascavel está ajudando a organizar e dar mais força ao turismo na cidade e os resultados estão chegando, visto que alguns operadores de turismo que conhecemos durante o Festival virão conhecer a cidade”, esclarece Evilásio Schmitz.
O setor de negócios e eventos é responsável pela atração de 43% dos 13,2 milhões de visitantes que o Paraná recebe por ano. O turista de negócios e eventos é o que mais gasta no destino com hospedagens e com alta gastronomia, chega a até três vezes mais do que um turista tradicional.
Resultados
Na avaliação da consultora do Sebrae/PR, Danieli Doneda, a oportunidade de participar das atividades em Foz do Iguaçu é resultado da força de trabalho do grupo. “Em poucos meses de trabalho já tivemos grandes ganhos. A cidade já reconhece o turismo de negócios e eventos, em especial para o agronegócio e o automobilismo como potencial. Isso, aliado a organização e ao diálogo entre os representantes públicos e privados do setor possibilitarão uma plano para o turismo em Cascavel”, acrescenta.
Nos dias 3 e 4 de agosto, durante a etapa da Fórmula Truck em Cascavel, a cidade vai receber a visita de alguns operadores de turismo que estavam presentes no Encontro de Negócios Sebrae/PR. Antes disso, no dia 11 de julho, representantes do trade turístico de Cascavel participarão de reunião na Associação Comercial e Industrial de Cascavel (ACIC), mostrando como está o desenvolvimento do setor.

1 thought on “Turismo de Cascavel aposta em benchmarking para qualificação”

  1. Tive a oportunidade de participar do evento junto com os empresários de Cascavel da Caravana, e todos foram unânimes em dizer que valeu a pena ter participado do Festival de Turismo em Foz do Iguaçu!
    A troca de experiências e o conhecimento adquirido no Festival de Turismo, possibilitaram novos negócios e investimentos para seus empreendimentos nos hotéis, restaurantes e similares.
    Agradeço a participação de todos os empresários e consultores do Sebrae.

Os comentários estão fechados.