Santa Catarina ganha referência em eventos

[Por Diário Catarinense, 17/06/2013]
Enquanto o trade turístico de Joinville percorria os novos espaços do Complexo da Expoville, que será inaugurado amanhã após um ano do início das obras de reforma, orçadas em cerca de R$ 36 milhões, expressões de admiração podiam ser facilmente observadas.
Quem conhecia o antigo layout precisa de um tempo para entender o novo projeto e tantas mudanças. O cheiro de carpete novo e tinta fresca indicam que a cidade está entrando em uma nova fase. Os especialistas em turismo e eventos são unânimes: Joinville, finalmente, tem a estrutura necessária para consolidar seu nome na rota dos principais centros de convenções do país.
Quando o trade turístico visitou o local, estava sendo montada a Exposuper, a feira que vai dar a largada para este novo momento da Expoville e que reunirá o setor atacadista entre amanhã e quinta-feira.
– Nosso compromisso se tornou muito maior. Se antes tínhamos a justificativa de falta de estrutura para captar grandes eventos, agora não teremos mais empecilhos para consolidar o nome de Joinville. A Expoville está totalmente adequada – diz Giorgio Augusto Souza, diretor executivo do Convention Bureau.
Na sexta-feira, o clima era de ajustes finais e a inspeção do Corpo de Bombeiros trouxe a confirmação de que o local está apto para abrir as portas novamente. Com o espaço de 4 mil m² capaz de receber 4,45 mil pessoas, o número de eventos em Joinville vai se tornar cada vez maior.
– As feiras estão crescentes. Trazer eventos para a cidade será muito mais fácil a partir de agora. A procura pela estrutura da Expoville também será natural com tamanha qualidade do projeto – argumenta Rosi Dedekind, vice-presidente de núcleos e negócios da Associação de Joinville e Região para a Pequena e Média Empresa (Ajorpeme) e presidente do Conselho Municipal de Turismo.
Espaços menores favorecem congressos e workshops
O projeto disponibiliza 14 salas no entorno do pavilhão Nilson Bender. Os espaços menores favorecem a realização de congressos e workshops, que podem ser facilmente captados por temáticas relacionadas ao evento principal no pavilhão.
A estrutura permite que os organizadores de eventos abusem da criatividade. Os espaços vazios têm palcos móveis, tomadas em grande número, luzes independentes, cobertura com antenas de internet em cada canto. O layout de cada evento vai poder ganhar uma cara nova a cada edição, sem que a qualidade de sua execução seja comprometida.