Brasil está preparado para receber grandes eventos

[Por Aquarela 2020, 18/06/2013]
As iniciativas do setor turístico do Brasil durante o período dos grandes eventos esportivos que o país começou a receber foi tema de entrevista coletiva com jornalistas brasileiros e estrangeiros hoje (18), no Centro Aberto de Mídia do Governo Federal, no Rio de Janeiro. “O Brasil está preparado para receber grandes eventos”. Esta foi a mensagem do secretário-executivo de Ministério do Turismo, Valdir Simão, durante o encontro.
O secretário-executivo apresentou os principais números do turismo do Brasil e ressaltou que, mesmo com a crise econômica mundial, o segmento no país cresceu 6%. “Desde 2003, quando o Ministério do Turismo foi criado, o setor deixou de ser apenas uma prática social para se tornar uma atividade socioeconômica com relevância e impacto no desenvolvimento do país”, ressaltou.
A crescente relevância do setor para o governo é demonstrada pelo aumento em 3,5 vezes do orçamento da pasta nos últimos dez anos. “Para 2013 temos R$ 1,426 bilhão, contando com um crédito extraordinário”, disse Simão.
Aos jornalistas, o secretário-executivo ressaltou que, por dois anos seguidos, o país ficou em primeiro lugar entre 140 países no quesito “recursos naturais”, segundo o Relatório de Competitividade em Viagem e Turismo (Travel & Tourism Competitivity Report) do WEF (Fórum Econômico Mundial).
“Nosso país detém um quinto de todas as espécies da fauna e flora, tem 310 áreas federais protegidas, 67 delas são parques nacionais abertos à visitação, tem combatido o desmatamento com sucesso na maior floresta tropical do mundo, possui grande diversidade de paisagens, que vão dos campos subtropicais de altitude da Serra Gaúcha às ilhas oceânicas, do cerrado de águas cristalinas do Jalapão à selva amazônica. Detém, ainda, uma diversidade cultural que nos coloca em 23º lugar na classificação do Fórum Econômico Mundial”.
Para fortalecer o turismo no Brasil, Simão comentou que investimentos públicos são realizados de forma intensiva e abrangente para que o setor se desenvolva e o país esteja apto a receber turistas com qualidade, como as linhas de crédito para meios de hospedagem, além de deixar um legado para toda a sociedade brasileira. “Já foram investidos R$ 27,5 bilhões para a Copa do Mundo da FIFA 2014, visando receber 600 mil turistas estrangeiros e 3 milhões de brasileiros que viajarão pelo país”.
Também participou da coletiva o secretário de Turismo da Prefeitura do Rio de Janeiro, Antônio Pedro Figueira de Mello, o subsecretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Magnavita, e o presidente do Rio Convention & Vistors Bureau, Paulo Senise.