Turismo: 10 anos de avanços

[Por MTur, 16/05/2013]
O Ministério do Turismo divulga, nesta quinta-feira (16), um compilado de indicadores setoriais. A cartilha “Mais Turismo, Mais Desenvolvimento” é um balanço dos avanços conquistados pelo setor nos últimos 10 anos. O documento, que apresenta a evolução do turismo em 14 indicadores decisivos para a expansão da atividade no Brasil, será distribuído a gestores públicos e demais participantes do Encontro Nacional de Turismo, em Brasília (DF).
O vigor do setor é ressaltado pelo ministro do Turismo, Gastão Vieira, no texto de apresentação da cartilha: “Enquanto grande parte das atividades econômicas balança mundo afora, o mercado de viagens e turismo prospera no mundo e particularmente no Brasil, onde seu crescimento ficou acima da média mundial no ano passado”. Vieira comparou os resultados positivos a “presentes de aniversário”, no momento em que o ministério completa 10 anos da sua criação.
Entre os destaques da conta nacional de turismo está o consumo doméstico das famílias, impulsionado pelo crescimento da classe média brasileira e pelo aumento dos níveis de emprego no país. O turismo interno já responde por aproximadamente 85% da receita do setor no Brasil. Além disso, o número de viagens internas no país cresce a um ritmo importante: em 2012, os brasileiros fizeram 197 milhões de viagens para algum destino nacional.
O guia de estatísticas do turismo no Brasil também mostra que, em 2012, o turismo brasileiro cresceu 6%, dois pontos percentuais acima da média mundial anual. O dado é do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, World Travel & Tourism Council, na sigla em inglês).
Turismo mais forte
Os indicadores incluídos na cartilha são: participação direta do turismo na economia brasileira; crescimento real do turismo no país; número de viagens internas realizadas; desembarques de passageiros em voos nacionais e internacionais; evolução dos financiamentos para turismo; chegada de turistas estrangeiros ao Brasil; ranking dos principais países emissores de visitantes; principais motivos de viagem; eventos internacionais realizados no país; destinos mais visitados; investimentos em infraestrutura; evolução do orçamento do ministério; estoque de ocupações formais nas Atividades Características do Turismo (ACTs); e receita cambial turística.
Confira o arquivo digital aqui.