Anhembi (SP) receberá recursos de R$ 50 mi do MTur

[Panrotas, 16/04/2013]
O presidente da SP Turis, Marcelo Rehder, apresentou hoje os projetos da cidade de São Paulo para 2013. Dentre eles, está a renovação completa do sistema elétrico do Pavilhão do Anhembi, a reforma do piso e a revitalização das calçadas e os acessos ao Parque Anhembi. Todas as iniciativas terão investimento de R$ 50 milhões – recursos do Ministério do Turismo. “Em relação à climatização [principal reclamação sobre o espaço], do jeito que o pavilhão foi construído não tem como resolver. A maneira mais barata seria derrubar e fazer outro. Até a construção do Expo SP – espaço que está sendo construído no bairro de Pirituba – muitas feiras vão ter que acontecer aqui”, explica Rehder. A SP Turis estima que o pavilhão deva encerrar 2013 com 80% de ocupação. Há outros eventos em fase de negociação.
Outra iniciativa que terá continuidade em 2013 é o projeto Porta a Porta, que até o fim do ano capacitará 200 agências de viagens do interior de São Paulo. Os profissionais da SP Turis já visitaram empresas de São José do Rio Preto, São José dos Campos, Taubaté e Presidente Prudente. Agências de Piracicaba, Americana, Itatiba, Limeira, Rio Claro e Atibaia devem receber o programa até o fim do ano. De acordo com a diretora de Turismo e Entretenimento da SP Turis, Luciane Leite, o projeto vai se estender para todo o Brasil, a partir de 2014, em parceria com uma operadora de turismo ainda não definida.
Quanto ao atendimento aos turistas que chegam à capital – estimado em 12 milhões ao ano –, São Paulo ganhará mais uma Central de Informação Turística, a ser instalada no Aeroporto de Congonhas. Já a unidade da rodoviária Tietê será renovada. “Além disso, teremos três CIT móveis em vans e outras cinco em segways [transporte em duas rodas que parece uma scooter] para usarmos em eventos”, explica Rehder.
Capacitação do trade também está nos planos da SP Turis, em especial os cursos de idiomas da Pronatec – programa de qualificação para a Copa do Mundo de 2014, dos Ministérios da Educação e do Turismo. As primeiras turmas contempladas serão da Guarda Civil Metropolitana e Museus do Futebol e Língua Portuguesa para os cursos de inglês (180 pessoas) e espanhol (120 pessoas).
A sinalização turística ganhará investimento de R$ 700 mil neste ano, com recursos do Ministério de Turismo. A cidade terá 72 placas que indicam onde estarão 51 atrativos. A sinalização é voltada para os pedestres. Outro projeto que também deve sair do papel este ano é o City Tour Oficial. “Estamos com problema de legalidade, mas deve acontecer em 2013”, conclui Rehder.