A importância da certificação para a criação de um turismo sustentável

[Por Portal Eventos, 23/04/2013]
O primeiro seminário da WTM Latin America discutiu a importância da certificação para a criação de um turismo sustentável. O primeiro palestrante foi a representante da BRAZTOA Ana Carina Gois Homa, que apresentou o programa Braztoa de sustentabilidade, abrangendo a sustentabilidade em seus três níveis: Econômico, Social e Ambiental. O objetivo do programa é levar todos os elos do turismo (fornecedores, clientes, receptivo, destinos) a trabalharem práticas sustentáveis, e assim aumentar a competitividade e promover a melhoria da qualidade no setor.
Segundo Carina, a cadeia brasileira carecia de um programa deste porte, com requisitos bem definidos e que pudessem ser implementados por todos os associados da entidade. Sendo assim, fizeram uma parceria com a Travel Life, uma ONG europeia que possuía requisitos definidos para uma certificação que pudesse ser adaptado para operadores brasileiros.
Ariana Janér, representante da Travel Life apresentou em seguida os motivos pelos quais a sustentabilidade é importante para o turismo. Segundo ela, o turista procura em suas viagens satisfação sem culpa, sem estresse e com espaço. E mesmo sem ele saber, é isto o que a sustentabilidade promove. Segundo pesquisas, 60% dos turistas optariam por um hotel mais sustentável, mas não estão dispostos a procurar por isso. Cabe então aos hotéis mostrarem a ele que tem uma política de sustentabilidade, e a forma mais viável é através de uma certificação. Além disso, destacou a importância da certificação para o próprio empreendimento, promovendo uma melhora na gestão e a vantagem competitiva em relação a seus concorrentes.
Por último, Alexandre Garrido, da Sextante, falou sobre os benefícios da certificação para a sustentabilidade, já que leva a um maior reconhecimento do hotel junto ao seus clientes. Mas para que este certificado agregue valor ao estabelecimento é preciso que seja independente, transparente, tecnicamente competente e com um nome reconhecido pelo mercado. Comentou também sobre os fatores motivacionais que podem estimular os hotéis a buscarem uma certificação: benefícios internos para a empresa; exigência do mercado; diferenciação da concorrência; crença na causa e o incentivo governamental. Finalizou apontando que a sustentabilidade é um processo em cadeia, já que a certificação dos hotéis levará a uma maior exigência destes em relação aos seus fornecedores e parceiros para que também busquem soluções mais sustentáveis, assim como clientes mais conscientes exigirão operações mais sustentáveis de toda a cadeia.