WTTC: grandes eventos não podem ser único fator de atração de turistas

[Por Business Travel, 20/03/2013]
Falando ontem no Fórum Panrotas, o presidente e CEO do WTTC – Conselho Mundial de Viagens e Turismo, David Scowsill, disse que “as reformas econômicas têm concedido ao país novo reconhecimento e influência internacional. O Turismo tem contribuído muito para esse interessante crescimento econômico, mas ainda há muito o que fazer com respeito a infraestrutura e marketing do país para os mercados internacionais”.
A contribuição total de Viagens & Turismo para o PIB brasileiro em 2012 foi de R$ 402 bilhões, 9% do PIB total – mais do que a indústria química que ficou em 7% e a do setor de mineração que contribuiu com 6,7%. Em termos de contribuição direta do PIB, a indústria de Viagens & Turismo é quase duas vezes o tamanho do setor automotivo no Brasil, que manteve 8 milhões de empregos diretos, indiretos e induzidos em 2012.
Outra frase de impacto proferida por Scowsill foi a de que o Brasil não pode contar com a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, que durante apenas quatro semanas gerarão uma explosão de visitantes estrangeiros, como os únicos fatores geradores de crescimento do turismo internacional no futuro.