Turismo continua rodada de conversas com hotéis sobre preços na Copa

[Por Mtur, 11/03/2013]
O secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz, dá seguimento, esta semana, às visitas do Ministério do Turismo às cidades-sede da Copa do Mundo para conversar com o setor hoteleiro sobre os preços a serem praticados nos megaeventos esportivos. O objetivo das visitas é buscar uma “harmonização” entre os setores público e privado, garantindo assim preços atrativos para os turistas, nacionais e estrangeiros, além de dialogar com o setor e aprimorar as políticas públicas implementadas pela pasta.
“Estamos indo a cada uma das cidades-sede da Copa para ouvir as reivindicações da hotelaria e relatar os esforços do Ministério do Turismo para garantir que os grandes eventos sejam um sucesso”, contou Lummertz, que na tarde desta segunda-feira (11), conversa com o setor hoteleiro do Recife. Nas reuniões, o secretário explica a importância de os empresários aderirem a programas como o Sistema Brasileiro de Classificação de Hotéis (SBClass) e o Registro Nacional de Hóspedes; fala sobre a reestruturação do Programa de Regionalização do Turismo; e ainda sobre obras de infraestrutura e ações de capacitação profissional.
“Estamos em busca de uma agenda positiva. Consideramos pioneira essa iniciativa do Ministério do Turismo de agir de forma itinerante, saindo de Brasília para ouvir o setor de cidade em cidade, além de apresentar as políticas públicas disponíveis”, afirma o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) Nacional, Fermi Torquato. “Os principais gargalos para o setor são a qualificação da nossa mão-de-obra e o acesso ao crédito. O MTur está sensível para isso.”
Participam dos encontros representantes de ABIH, Fórum de Operadores e Hoteleiros do Brasil (FOHB), Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e Associação Brasileira de Resorts (ABR), além de sindicatos locais.
Já foram realizados encontros em São Paulo (20/2), Brasília (21/2) e Rio de Janeiro (25/2). Amanhã (12), o encontro será em Fortaleza; na próxima sexta-feira (15), em Belo Horizonte, e na próxima semana, em data ainda não definida, em Salvador. Assim, fica encerrada a rodada de discussões com as sedes da Copa das Confederações, além de São Paulo.