Sebrae/PR lança projeto para promover turismo de negócios e eventos, em Cascavel

[Por Pautas Incorporativas, 13/03/2013]
Empresários de micro e pequenas empresas ligados ao turismo de negócios e eventos de Cascavel, no oeste do Paraná, contam com um programa especial de preparação dos negócios para o segmento de turismo, iniciativa do Sebrae/PR. A proposta foi apresentada na última terça-feira, dia 12, durante a primeira reunião do ano promovida pelo Conselho Municipal de Turismo de Cascavel (Comtur).
Na ocasião, integrantes do Conselho, a exemplo de representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), Cascavel Convention & Visitors Bureau, entidades de fomento ao desenvolvimento do turismo e empresários do setor, conheceram, entre outros temas, como deve funcionar o Projeto Turismo de Negócios e Eventos de Cascavel.
“O setor de turismo é propulsor da economia local e boa parte do trade é formada por micro e pequenas empresas. O projeto lançado faz parte de uma proposta estadual, que, além de Cascavel, contempla mais cinco cidades do Paraná com potencial para negócios e eventos. Mas capacitar é apenas um primeiro passo, num plano contínuo de desenvolvimento”, declarou Orestes Hotz, gerente regional do Sebrae/PR no oeste.
Danieli Clemente Doneda, consultora do Sebrae/PR, destacou o perfil do turista de negócios e eventos. “São pessoas de poder aquisitivo mais elevado e são mais exigentes. Além disso, representam organizações e empresas, têm um tempo médio de permanência de quatro a oito dias. Ou seja, tem um maior gasto médio no destino e permanecem também em períodos de baixa temporada. Assim, o momento é de preparação das empresas receptoras desses turistas.”
Capacitação
Danieli falou também sobre o funcionamento do Programa. “É um conjunto de qualificação que acontecerá ao longo de 2013. Dentre os módulos, que acontecem entre março a novembro, estão o diagnóstico de cada empresa participante, por meio do ‘turista oculto’, e consultorias especializadas, de acordo com os itens a serem melhorados no diagnóstico”, explicou.
Também farão parte da qualificação, capacitações em gestão, atendimento e, ainda, missão empresarial de benchmarking e rodadas de negócios. “Queremos criar uma rede empresarial que represente o trade e consolide o destino. Para a primeira parte do Programa dispomos de poucas vagas. Mas é um começo, um despertar para que novas oportunidades surjam com as demandas”, contou Danieli.
Flávia Fontoura é empresária do setor de organização de eventos em Cascavel e, ao final da apresentação do Projeto, já estava com a ficha de inscrição preenchida. “Achei uma ótima oportunidade. A questão da gestão será muito importante para mim, assim como a qualificação em atendimento e relacionamento com clientes. Mas todo o aprimoramento é essencial e vou aproveitar ao máximo”, sustentou Flávia.
Além do projeto de qualificação, o Sebrae/PR ofereceu aos presentes soluções em inovação, como o Sebraetec e o Projeto Agentes Locais de Inovação. Empresários interessados, mesmo aqueles que não estiveram na reunião do Comtur, podem entrar em contato com o Sebrae/PR de Cascavel pelo telefone (45) 3321-7050 ou diretamente na Avenida Presidente Tancredo Neves, 1.262.
Incentivo
Para a empresária Eunice Dorneles, proprietária de uma agência de viagens em Cascavel há cinco anos, a qualificação estimula o setor como um todo. “Já participamos de alguns treinamentos, mas nunca algo como este, com longa duração e bastante específico. Acredito que muita coisa possa mudar na agência, principalmente na questão inovação. Fiquei surpreendida com a proposta”, ressaltou.
A questão do investimento para a capacitação também foi um incentivo aos empresários. Os cerca de oito meses do programa de qualificação, que teriam um custo de R$ 3,5 mil para cada empresa participante, passou para um investimento total de R$ 650 apenas, com demais valores subsidiados pelo Sebrae/PR e pelo Comtur de Cascavel.
“Cascavel tem de começar a ver o turismo com outros olhos, os próprios empresários do setor também precisam ampliar a visão para não pararem no tempo. Esse incentivo é financeiro, mas também é importante que cada um esteja preparado para se qualificar constantemente”, observou Luciano Fabian, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Cascavel.
De acordo com Samuel de Mattos Jr., presidente do Comtur em Cascavel, com a qualificação há o crescimento das empresas e o fomento econômico do município. “Caminhamos rumo à reconstrução do trade de turismo de Cascavel. Falta muito, mas já estamos no caminho certo”, apontou. Evilásio Schmitz, recém-eleito vice-presidente do Comtur, completou que há amparo legal para a parceria, agradecendo o Sebrae/PR e Semdec pela oportunidade de qualificação do setor no município.