Adesão ao SBClass ainda é muito baixa

[Por Hoteliernews, 15/03/2013]
Em setembro de 2012 os hotéis brasileiros passaram a ter uma norma que regulamenta o uso das estrelas como forma de classificação dos estabelecimentos. As propostas do chamado SBClass (Sistema Brasileiro de Classificação dos Meios de Hospedagem) são padronizar os critérios utilizados e legitimar o método aplicado. Mas, até o momento, somente 30 empreendimentos se registraram para obter o reconhecimento por meio do MTur (Ministério do Turismo), segundo o próprio responsável pela pasta.
Em artigo publicado hoje (15) no jornal Folha de S. Paulo, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, afirma que a razão para o aparente desinteresse é o desconhecimento do sistema por parte das empresas. “Há uma mitologia em torno dos critérios de classificação que não resiste ao menor escrutínio: muitos dos critérios são eletivos e muitos dos obrigatórios são itens que os hotéis já possuem”, escreveu o ministro.
Segundo Vieira, houve perda de confiança gradual dos turistas em relação à hotelaria nacional. “Sem regras claras de classificação, o setor hoteleiro do País viu-se vítima de uma verdadeira grilagem de estrelas, distribuídas por hotéis, pousadas, resorts e flats de acordo com os critérios de cada um”.
Os interessados em obter a classificação têm que integrar o Cadastur, cadastro oficial de empresas de turismo do governo brasileiro, e pagar taxa de aproximadamente R$ 900 por três anos de registro. A adesão garante a placa com as estrelas e a visita do Inmetro, órgão que fechou parceria com o MTur para vistoriar o cumprimento dos critérios.
As estrelas do SBClass são definidas por categorias, sendo que resorts não competem com hotéis, nem pousadas competem com hotéis históricos, como exemplifica o ministro no artigo. Ao todo, sete vertentes balizam o programa – hotel; resort; hotel fazenda; cama e café; hotel histórico; pousada; flat / apart -, que consideram, além da estrutura, a qualidade do serviço oferecido – atribuindo, assim, o número de estrelas que cada empreendimento deve ou não receber.
Ao longo desta semana, representantes do MTur visitaram diversos estabelecimentos em cidades-sede da Copa das Confederações, orientando empresários sobre a adesão ao SBClass. O País conta atualmente com dez hotéis com cinco estrelas registrados, sete com quatro, 11 com três e dois com duas. Outros 97 estão em processo de classificação.