ABEOC BRASIL representa país em Congresso Latino-americano

Conhecimento técnico e networking foram os destaques do XXX Congresso da COCAL – Federação de Entidades Organizadoras de Congressos e Afins da América Latina, encerrado no último 8 de março, em Mendoza, Argentina. A presidente da ABEOC BRASIL – Associação Brasileira de Empresas de Eventos, Anita Pires, participou de painel sobre captação de grandes eventos, falando sobre a Copa do Mundo de 2014. O Brasil foi confirmado como a sede do Congresso de 2015 e também esteve em destaque no painel sobre ações promocionais, através da palestra de Gerente Geral de Congressos, Negócios e Incentivo da Embratur, Maria Katavatis.

“O evento teve palestras com bom contéudo, com assuntos que realmente vem de encontro dos interesses dos organizadores de eventos da América Latina, com informações preciosas não só técnicas mas também muitas oportunidade de contatos e geração de negócios”, avalia Anita Pires. “Quem participou da rodada de negócios conseguiu trazer de três a cinco eventos latinoamericanos a serem captados”, acrescenta.

COCAL NO BRASIL

Na véspera da abertura oficial do Congresso, em reunião do “Comite Directivo” da COCAL, a ABEOC BRASIL conseguiu captar com o apoio da Embratur o XXXII Congresso da Federação de Entidades Organizadoras de Congressos e Afins da América Latina, em 2015. Devido a presença do Florianópolis Convention and Visitors Bureau, com cartas de apoio do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal, foi apresentada a candidatura da cidade e aceita pela Cocal, mas a ABEOC BRASIL ainda irá receber outras candidaturas para definir a sede do evento. “Em março do ano que vem na próxima edição do Congresso da Cocal, na Guatemala, o Brasil já estará apresentando uma atividade social e gastornomica para sensibilizar os participantes a virem para o nosso país em 2015”, revela Anita.
Na abertura do Congresso, no dia 4/03, a presidente da Cocal, Bertha García Sánchez, destacou a importância da capacitação e da formação para as empresas e profissionais contribuirem para o desenvolvimento da América Latina.

O BRASIL NA COCAL

No segundo dia do evento, a presidente da ABEOC BRASIL realizou palestra sobre a Copa do Mundo 2014. “As exigências dos promotores dos megaeventos relacionadas com a qualidade dos serviços tende a qualificar e profissionalizar as empresas e profissionais da cadeia produtiva de eventos e transformar o Brasil em destino experiente e melhor para os seus visitantes e compatriotas”, analisa Anita Pires. “Vivemos um período de oportunidades de aprendizagem e de geração de negócios, mas também de muitos desafios”, completa.
No dia de encerramento, Maria Katavatis falou sobre as políticas públicas brasileiras para promoção e captação de eventos internacionais, que prevêem investimenros de R$ 2.800.000,00 entre janeiro e junho de 2013, R$ 900 mil a mais do que o investido no mesmo período de 2012. A Gerente Geral de Congressos, Negócios e Incentivo da Embratur citou as oportunidades que representam os megaeventos não só para o Brasil, mas para toda a região. “É o momento de unirmos força para a integração da América Latina, com comunicação mais integrada, para mostrarmos ao mundo que temos profissionalização e estamos capacitados para realizar grandes eventos”, afirma Katavatis.
O Brasil esteve presente com a terceira maior delegação, com 3% dos cerca de 500 participantes, atrás da Argentina (69%) e Chile (5%). Pela ABEOC BRASIL também participaram a vice-presidente de Relações Internacionais, Maria Elisa Ordones de Oliveira, o vice-presidente de Projetos, Nehemias Ramos e a presidente da ABEOC BRASIL – Rio Grande do Sul, Ana Cláudia Bitencourt, além de diretores de Estaduais e associados.
Veja outra matéria da COCAL 2013: Presidente da ICCA retrata mercado latino-americano de eventos na COCAL 2013

Vídeo do Mendoza Convention & Visitors Bureau sobre o evento