Prêmio BRAZTOA de Sustentabilidade mostra números da sua compensação de CO2

[Por Turismocristinaliranatal, 04/02/2012]
O Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, realizado no final de 2012, apresenta o resultado da ação conjunta com a Travelport, que se responsabilizou, por intermédio da Eccaplan, em quantificar e compensar 100% das emissões de CO2 do evento, por meio da compra de crédito de carbono de projetos certificados pelo Programa Evento Neutro.
Foram compensados todos os 20.827 kg de CO2 gerados pelo prêmio, com viagens aéreas, percursos de automóvel feitos até o local, energia e óleo diesel consumidos e resíduos gerados. Para se ter uma ideia, esse número equivale a emissão de C02 de um carro à gasolina, após percorrer 115.068 km, ou até a emissão de CO2 de 304 viagens aéreas de São Paulo para o Rio de Janeiro.
Para minimizar e compensar os danos desse consumo, o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade apoiou a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Garganta da Jararaca, que abastece os municípios de São José do Rio Claro, Nova Maringá e Campo Novo do Parecisental, no Mato Grosso. Antigamente estas cidades obtinham energia com a queima de óleo diesel (energia não renovável). Esta é a primeira PCH do Centro-Oeste e a segunda do país a ter a chamada ‘escada de peixes’, que facilita a migração e reprodução da maioria das espécies locais, além de assumir outros cuidados ambientais durante a instalação.
O trabalho de apoio a projetos de tecnologia limpa foi criado pelo Protocolo de Kyoto e, hoje, o Brasil desenvolve outros mecanismos para incentivar o desenvolvimento de tecnologias limpas e a preservação ambiental.