Diárias dos hotéis da América Latina foram as que mais subiram em 2012.

[Por Businesstravel, 04/02/2013]
Cidades da América Latina registraram os maiores aumentos nos preços de hotéis no ano passado, segundo dados levantados pela TMC global HRG. Cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo registraram aumentos médios anuais de 19% e 16%, respectivamente, em reais – muitos compradores de viagens se protegeram dessas altas com taxas de câmbio favoráveis. Moscou continua sendo a cidade mais cara – pelo 9º ano consecutivo – para hotéis, com uma diária média de £261.38 (US$ 411.24) em 2012, apesar desse valor ser apenas 1% mais alto que o de 2011. A lista das “Top 5” inclui, na ordem, além de Moscou, Lagos, Nova York, Hong Kong e Zurique.
Londres ficou apenas no 17º lugar entre 55 cidades de todo o mundo. A maioria das cidades dos EUA registraram alta nas diárias hoteleiras e San Francisco e Atlanta foram as que mais aumentaram esses preços, 11% e 9% respectivamente. Mas a capital Washington registrou uma queda de 13% nas diárias médias da cidade em 2012. Na Europa, as diárias se mantiveram estáveis em grandes destinos como Paris e Amsterdã, quando avaliadas em moeda local, enquanto cidades na Alemanha como Frankfurt, Munique e Dusseldorf registraram pequenas altas. O relatório também mostra que as principais cidades da Índia tiveram declínio em suas diárias hoteleiras, em função da retração econômica do país.