Secretaria de turismo do Paraná intensifica atuação no segmento MICE

[Por Portal Eventos, 21/01/2013]
Para o Secretário de Turismo do Paraná, Jackson Pitombo, a parceria com instituições como o Sebrae/PR, a Federação dos Convention & Visitors Bureaux, Fecomércio, Câmara Empresarial do Turismo, Sesc, Senac é fundamental.
“A existência de Convention & Visitors Bureaux em Curitiba, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Londrina, Maringá e Cascavel e arrojados centros de pesquisas de instituições acadêmicas e tecnológicas contribuem de forma significativa para impulsionar o turismo de negócios e eventos”, afirma Pitombo.
Ranking – Pelos últimos dados da ICCA – International Congress and Convention Association, o Brasil tem se firmado como importante destino de eventos internacionais e ocupa atualmente a 9.ª posição no ranking.
Portanto, devido ao posicionamento que o Estado já ocupa no mercado internacional levando em consideração aspectos econômicos e turísticos, como também pela pretensão em ter maior competitividade, optou-se por desenvolver programa de atuação batizado de Paraná Mice. A sigla Mice – Meetings, Incentives, Congresses and Exhibitions é aceita mundialmente, quando se refere à logística de viagens realizadas para atender a reuniões corporativas, congressos e feiras.
O programa tem como objetivo consolidar o Paraná como destino competitivo no segmento de negócios e eventos. O calendário de eventos fixos tem 965 opções religiosas, culturais, esportivas e comerciais, a exemplo das feiras agropecuárias. “Os eventos geram fluxos turísticos e envolvem em sua execução mais setores econômicos que se beneficiam da demanda”, conclui Pitombo.
Também é possível citar outros benefícios, sendo notável a potencialização dos setores econômicos do Paraná dentro dos interesses do Turismo Mice; posicionamento da Marca Paraná no turismo Mice; reforço da posição, atividade e coordenação entre entidades públicas e privadas ligadas ao turismo Mice; desenvolvimento e gerenciamento de marca Mice ao turismo estadual dentro dos princípios da sustentabilidade; a melhora da formação profissional no setor em gestão de meio ambiente e produção; mais competitividade dos destinos turísticos através da melhoria dos produtos e infraestruturas relacionadas; a diversificação e aumento das fontes de financiamento e rentabilidade; a promoção do desenvolvimento Mice destino através da comercialização de produtos e serviços turísticos.