Governo de MG investe R$ 235 mi em aeroportos

[Por Panrotas, 09/01/2013]
O governador de Minas Gerais, Antonio Anastásia, anunciou ontem (terça-feira, dia 8), no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, investimentos de R$ 235 milhões para a melhoria da malha aeroportuária do Estado, este ano e em 2014. É a segunda etapa do Programa Aeroportuário do Estado de Minas Gerais (Proaero).
Na mesma ocasião, segundo o governo mineiro, Anastasia assinou despacho governamental determinando a emissão de ordem de serviço para início das obras de reforma nos aeroportos de Januária, Pirapora e Teófilo Otoni, que somam R$ 24 milhões.
Outro despacho governamental autorizou licitação de obras em Itajubá, Patos de Minas, Governador Valadares, Almenara e Caxambu, no montante de R$ 117,6 milhões; licitação de projetos executivos para a reforma e ampliação dos aeroportos em Pará de Minas, Serro, Três Corações e Poços de Caldas, cujas obras estão estimadas em R$ 42,3 milhões; e licitação de estudos de viabilidade e projetos executivos para reforma e ampliação dos aeroportos de Itambacuri, Muriaé e Pouso Alegre, com estimativa de investimentos de R$ 43,2 milhões, em obras.
Também está incluída nesse despacho a aquisição de equipamentos para os aeroportos de Diamantina, Patos de Minas e São João del Rey (R$ 8,5 milhões).
As intervenções vão beneficiar diretamente 17 municípios e incluem ampliação e reforma de pistas, implantação de balizamento noturno, construção de terminal de passageiros, de pátio de aeronaves e de seção contra incêndio, compra de caminhões contra incêndio, de instrumentos de precisão e de equipamentos das salas de controle de voos etc.
Dos novos investimentos, R$ 100 milhões terão como fonte o Banco do Brasil e R$ 127 milhões do BNDES. O restante, cerca de R$ 8 milhões, será aportado por meio do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa), vinculado à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. O valor de R$ 8 milhões já inclui 20% de contrapartida do Estado.
CONTINUIDADE
Com estes investimentos, o governo mineiro dá continuidade ao Proaero, que busca a adequação, ampliação, melhoria e revitalização da malha aeroportuária do Estado, objetivando dar acesso aeroviário a todas as regiões do Estado.
A malha é constituída por 93 aeródromos, dos quais 14 com aviação comercial regular: Aeroporto Internacional Tancredo Neves, Pampulha, Montes Claros, Uberlândia, Uberaba, Governador Valadares, Ipatinga, São João Del Rei, Varginha, Araxá, Patos de Minas, Diamantina, Juiz de Fora (Serrinha) e Presidente Itamar Franco (Zona da Mata).
Entre 2003 e 2012, o programa recebeu investimentos de R$ 369 milhões, dos quais R$ 50 milhões do governo federal. Foram realizadas obras em 23 terminais aeroportuários: Araxá, Capelinha, Cláudio, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Frutal, Governador Valadares, Guanhães, Guaxupé, Ituiutaba, Iturama, Lavras, Manhuaçu, Passos, Piumhi, Poços de Caldas, São João del Rey, Oliveira, Ouro Fino, Ubá, Viçosa e Aeroporto Regional da Zona da Mata.