Taxas de juros menores beneficiam financiamento de projetos turísticos

[Por MTur, 31/10/2012]
As empresas do setor de turismo com interesse em financiar projetos localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste serão beneficiadas com redução de encargos financeiros para até 2,5% ao ano. Decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) baixou os juros das operações realizadas com recursos dos fundos constitucionais de Financiamento do Norte (FNO), Nordeste (FNE) e Centro-Oeste (FCO).
A Resolução 4.149, do CMN, de 25 de outubro, estabeleceu as menores taxas de juros da história desses fundos. Proposta pelo Ministério da Integração Nacional, a redução teve apoio do Ministério do Turismo.
As novas taxas de juros vigorarão até 31 de dezembro deste ano. Durante esse período, os beneficiados poderão contratar operações de investimento com a taxa nominal de 2,94% ao ano, podendo chegar a 2,5%, se utilizado o bônus de adimplência de 15%, que incide sobre as prestações pagas em dia.
Nas operações para capital de giro ou custeio isolado, os bancos administradores desses fundos continuarão praticando as taxas de juros e bônus de adimplência anteriormente estabelecidos. Para esses empréstimos, a taxa varia de 5,74% a 8,5% ao ano, com bônus de adimplência e de acordo com o porte da empresa.
“Essa ação do Ministério da Integração estimulará, de forma decisiva, os empreendedores com interesse em iniciar ou ampliar o seu negócio no turismo”, afirmou o secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Fábio Mota.