FESTURIS – Atitude e diferencial competitivo

[Por Brasilturis, 23/11/2012]
O consultor, conferencista e educador universitário, Jefferson Leonardo sob a mediação do presidente da Abav Nacional, Antonio Azevedo e da presidente da Abav-RS, Rita Vasconcelos, abordou durante seu debate “Fazer acontecer: Uma questão de atitude e diferencial competitivo”.
“Tivemos a pouco um MBA, e vou abordar estes temas que o Eloi pontuou. Não vim fazer um workshop, e sim um workchoque”, brincou. O painelista pontuou que a equação da atitude é essencial para desenvolver o sucesso.
“Como está sua equação de atitude?”, foi a pergunta inicial de Jefferson Leonardo ao iniciar sua explanação. Na sequência o painelista pediu a todos os presentes que superassem os desafios fazendo nós em um cadarço distribuído na entrada do evento, porém o desafio seria em fazer os nós com apenas uma mão. A sala lotada do Serrano Resort se divertiu com o desafio lançado por Jefferson Leonardo.
Depois de pedir que todos desmanchassem os nós feitos, Jefferson Leonardo seguiu com o desafio, pedindo que os presentes fizessem a mesma coisa porém com a mão de menor habilidade. “Teremos surpresas. As pessoas tendem a superar desafios, mesmo que sem começar já achem que não vão conseguir. É preciso sair da zona de conforto”, afirmou.
“É preciso praticar a percepção e é preciso suportar os desafios, pressão e a capacidade de ser flexível”, comentou Jefferson Leonardo, que fez questão de ressaltar uma frase de Marta Rossi para ele: “Para ser líder e preciso entender de gestão, e que esteja plugado, procurando outros meios, porém sem perder a ternura do atendimento”.
O painelista explanou que é preciso manter a simplicidade. “Como o Eloi nos aprensentou aqui, que com a simplicidade ele chegou onde chegou. O empresário precisa que a equipe sonhe o mesmo sonho, o sucesso, por isso uma boa equipe é fundamental. É preciso também desligar o piloto automático. Não podemos deixar de enxergar as possibilidades que estão a nossa frente”, disse.
O presidente da Abav Nacional, fez suas considerações após a apresentação de Jefferson Leornardo, que foi finalizada com a apresentação de cenas do filme “2 Filhos de Francisco”, que segundo o painelista representa bem a equação apresentada por ele. “Como ex diretor do Iccabav e atual presidente da Abav, sempre escuto se é bom ser agente de viagem, e quem já é, consegue sobreviver. E tivemos respostas nestas apresentações brilhantes do Eloi e do Jefferson. Sem equipe ninguém faz nada e é preciso gestão e inovação, estar em todos os canais e se atualizar e capacitar constantemente”, comentou Antonio Azevedo.
RIta Vasconcelos também ressaltou que a capacitação é essencial. “Que estas mensagens aqui nós levemos para nossas empresas, para nossa vida”, finalizou a presidente da Abav-RS.