Classificação hoteleira no Rio vale até Jogos Olímpicos

[Por Brasilturis, 17/11/2012]
O ministro do Turismo, Gastão Vieira, atendeu à demanda da indústria hoteleira do Rio de Janeiro e estendeu a validade do Sistema Brasileiro de Classificação dos Meios de Hospedagem (SBClass) do Rio de Janeiro até o fim de 2013. O pedido em nome do setor foi feito pelo presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio. O prazo regular do SBClass é de três anos.
Com esta alteração, modificou-se um problema de prazo. Os estabelecimentos que não concluíssem o processo no início de 2013 teriam que se mobilizar para renovar a adesão meses antes dos Jogos Olímpicos de 2016. Até a Olimpíada pelo menos 117 empreendimentos cariocas terão de passar pelo processo de classificação. Eles firmaram compromisso nos contratos assinados com o Comitê Olímpico Internacional (COI).
“A ampliação do prazo será um estímulo para os hoteleiros aderirem ao sistema”, afirmou Alexandre Sampaio. Para o ministro, é importante mobilizar os empresários e garantir maior confiabilidade ao setor no país. “Todos ganham. O turista, que terá informações seguras na hora de escolher onde ficar, o Ministério, com um setor melhor organizado, e os empreendedores, que terão mais visibilidade”, explicou Gastão Vieira.
Os primeiros 21 estabelecimentos classificados pelo SBClass receberam a placa em agosto de 2012. O sistema divide os meios de hospedagem em sete categorias: resort, hotel, hotel-fazenda, cama & café, hotel histórico, pousada e flat/apart. A adesão é voluntária, mas aqueles que não se classificarem não poderão usar as estrelas como símbolos de qualidade do empreendimento.