Vert Hotéis confirma abertura do Ramada Riocentro

[Por Hotelier News, 28/09/2012]
Presente em São Paulo e em Minas Gerais, a bandeira Ramada ganha, na próxima segunda-feira (1º), a primeira unidade no Rio de Janeiro. O Ramada Riocentro deverá atender à volumosa demanda de negócios e de eventos – inclusive de lazer – que circula pela região.
Sob investimento aproximado de R$ 70 milhões, o hotel conta com 216 apartamentos, sala de eventos para até cem pessoas, restaurante com dois ambientes, room service 24 horas, piscina, sauna, academia e shuttle service gratuito na Barra da Tijuca.
“Nosso foco de desenvolvimento se concentra principalmente na região Sudeste, mas também estamos em negociação nas cidades de Curitiba, Porto Alegre e Salvador”, diz Erica Drumond, CEO da Vert Hotéis – rede que administra a bandeira Ramada no Brasil.
Outros investimentos
O Rilbalta – casa de eventos na Barra da Tijuca – será o próximo investimento hoteleiro do grupo no Rio. O local será transformado em complexo de negócios com a construção de um hotel com a marca Encore By Ramada.
Ele deverá ter 200 apartamentos e um centro de convenções para 5 mil pessoas. A inauguração está prevista para a Copa de 2014.
O meio de hospedagem terá o conceito Economy Design, com apartamentos agregados ao centro de convenções. Serão oferecidos serviços integrados no lobby, conectados aos diversos ambientes e promovendo praticidade para atender os hóspedes, participantes de eventos e clientes do restaurante/bar.
Orçado em R$80 milhões, com uma área total de 9.660 m², o empreendimento pretende ser um dos maiores espaços para convenções da capital fluminense.
Wyndham e Vert Hotéis
A Ramada é uma das 15 bandeiras do Wyndham Hotel Group, maior rede hoteleira do mundo, com mais de 7,1 mil hotéis espalhados nos cinco continentes. A parceria com a Wyndham prevê um contrato inicial de 25 anos, e a expectativa da Vert é atingir 45 hotéis Ramada em operação no País em 15 anos.
A Vert Hotéis iniciou suas atividades em 2010 e, em dois anos, possui três unidades Ramada em operação e 14 contratos de hotéis em construção ou fase final de aprovação já assinados.
“A Ramada foi escolhida pois, além de possuir o pilar da sustentabilidade, é consolidada, está em franca expansão internacional e atende os segmentos upscale, midscale e econômico”, destaca.