Setur de Sergipe estima crescimento da hotelaria local

[Por Hotelier News, 18/10/2012]
A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) apontam um crescimento no parque hoteleiro no Estado em 2012. De acordo com as informações das entidades, Sergipe deve fechar o ano com 498 novos apartamentos somente na capital, Aracaju.
“A atração de novos empreendimentos turísticos é um trabalho que mostra que o empresário viu a necessidade de ampliar o número de leitos por conta do crescente aumento de visitantes que o Estado vem recebendo”, pondera Elber Batalha, secretário de Estado do Turismo, em comunicado à imprensa.
Entre os projetos aprovados pela Setur e Emsetur estão a construção do Flat San Beach (16 apartamentos), no bairro Coroa do Meio; a ampliação do hotel Atalaia, com a construção de mais 54 novos quartos; a construção de uma pousada no bairro Coroa do Meio, com capacidade de mais 20 UHs; e a construção pelo consórcio Celi/FFB, na Atalaia, do ibis Budget, com 210 apartamentos.
Investimentos
Os recursos para o desenvolvimento destas novas unidades hoteleiras, assim como a modernização das já existentes, é proveniente de diferentes fontes. As entidades citam a Celi Empreendimentos Hoteleiros como um dos exemplos – a companhia deverá somar um aporte de mais de R$ 40 milhões na capital sergipana.
“Além da ampliação do Quality Hotel, com a construção de mais 78 apartamentos e uma área para eventos com capacidade para 500 participantes, cujo investimento será em torno de R$ 12 milhões, iremos realizar a construção de um novo hotel na Atalaia (Farolândia) que contará com 198 apartamentos, três espaços para eventos, fitness, restaurante e piscina, num investimento de aproximadamente R$ 28 milhões”, informa Vanessa Alves, arquiteta da Celi, empresa também responsável pelo Go Inn Aracaju.
As entidades destacam ainda a atuação de dois bancos: o Banco do Estado de Sergipe (Banese), com mais de R$ 9 milhões destinados para aquisição de equipamentos hoteleiros, reforma e ampliação das instalações físicas, implantação de unidade e suplementação de recursos nos hotéis; e o Banco do Nordeste, que até junho deste ano, somava R$ 924.864,73 em aplicações no setor.
“Estamos com maiores expectativas ainda para este segundo semestre de 2012, com a perspectiva de contratação de mais de R$ 1 milhão em outros dois novos financiamentos e com uma demanda para o setor ainda em análise na ordem dos R$ 40 milhões”, informou Franklin José Dias de Paiva, gerente de Negócios Empresarial do Banco do Nordeste.