Para estrangeiros, custos são ponto negativo no Brasil

[Por Hotelier News, 19/10/2012]
Recente pesquisa realizada pela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), sob encomenda do MTur (Ministério do Turismo), revelou que, para os turistas estrangeiros, o ponto negativo do turismo no Brasil são os preços. Segundo o estudo, para metade dos visitantes que chegam ao País os valores praticados por aqui são caros.
Outro ponto negativo apontado pelos turistas internacionais foram as rodovias, que atingiram 68% de avaliações negativas.
Do lado oposto, o relatório mostra que os serviços prestados são os itens com melhor avaliação. A hospitalidade da população e dos prestadores de serviço foi aprovada por 97,6% dos entrevistados, e a gastronomia teve 95%. Com 82, 9%, a segurança pública alcançou a terceira colocação entre os índices positivos.
O levantamento teve seus questionários aplicados em períodos de alta, baixa e média temporadas. Ouviu-se cerca de 39 mil turistas em 16 aeroportos internacionais e 11 portais terrestres.
O estudo ainda apontou que os serviços de agências de viagens é pouco utilizado por estrangeiros. Ao todo, 70,1% dos visitantes não consulta este tipo de profissional.