'Maior desafio é sustentabilidade dos investimentos para Copa'

[Por Mercado e Eventos, 15/10/2012]
Um dos palestrantes do 22° Congresso Pan-Americano de Escolas de Hotelaria, Gastronomia, e Turismo (Conpeht), Paulo Michel, vice-presidente da ABIH RJ e diretor da rede BHG, acredita que a hotelaria do Rio de Janeiro está em um momento positivo e que já tem competitividade – característica que alguns líderes do Turismo apontam como principal gargalo do setor no Brasil. Sobre os investimentos para a Copa do Mundo de 2014, ele ressalta que “o maior desafio é a sustentabilidade de todos esses investimentos. Ou seja, dar continuidade à toda a infraestrutura que está sendo implantada para receber os jogos”.
Paulo Michel participou do painel Os Desafios da Hotelaria Diante dos Megaeventos. Para ele, o Rio de Janeiro precisa investir em quatro questões para bem receber os visitantes: sinalização turística, transporte, limpeza da cidade e qualificação de mão de obra. “O Rio necessita de mais planejamento turístico. [A cidade] ainda precisa evoluir muito”.
Sobre as tarifas praticadas pela hotelaria carioca, Paulo defende que é uma questão de “oferta e procura”: “O Rio não é caríssimo. Se você pegar um hotel do Rio de Janeiro e comparar com um do mesmo nível no exterior, você verá que nossos hotéis estão na mesma faixa de preço”, concluiu.