“Crescimento da autoestima é um legado intangível”, afirma embaixador dos Jogos Olímpicos Rio 2016

O Brasil será visto por dois milhões de pessoas de 205 países durante os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016. É a oportunidade de mudar a imagem do Brasil no mundo, mostrar que o país tem capacidade para realizar grandes eventos, segundo declarou o embaixador Agemar Sanctos, diretor de relações institucionais do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), em encontro realizado na terça-feira (16/10), no RioCentro, com representantes da Federação de Entidades Organizadoras de Congressos e Afins da América Latina (Cocal), a presidente Bertha Garcia e os diretores Anita Pires, Graciela Sánchez e Pablo Weil.

“Aí está nossa responsabilidade, mostrar que o Brasil da inflação, do atraso, acabou. Essa é a mensagem, por isso temos que fazer muito bem feito, governo, COB, todos, os jogos são do Brasil, da América dos Sul, estamos juntos”, afirma Sanctos. “Vamos passar imagem de modernidade, integração, de uma cidade operativa, com interconexões. O crescimento da autoestima é um legado intangível”.
De acordo com o embaixador, que também proferiu palestra na abertura do XXII Congresso Panamericano de Escolas de Hotelaria, Turismo e Gastronomia (14/10, foto ao lado), cerca de 400 mil turistas vêm como espectadores para os Jogos Olímpicos e muitos devem explorar outros países da América do Sul. Ao todo, um milhão de pessoas deve passar pelo Rio de Janeiro no período dos jogos.
A presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos, Anita Pires, destacou que o encontro foi muito importante por abrir um canal com o COB e a partir de agora serão analisadas possibilidades de integração das duas instituições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *