Pesquisa revela perfil do hóspede na cidade de São Paulo

[Por SPTuris, 03/09/2012]
Conhecer bem o seu público é o primeiro passo para que os meios de hospedagem possam oferecer produtos e serviços com qualidade. O Observatório do Turismo, núcleo de pesquisas da São Paulo Turismo (SPTuris), fez um estudo do setor no primeiro semestre de 2012 e acaba de publicar a pesquisa “Perfil dos Hóspedes em Meios de Hospedagem Paulistanos”.
O levantamento foi realizado em 44 hoteis e 17 hostels (8.778 unidades habitacionais – UHs) da capital. O maior número de check ins geralmente ocorre na segunda-feira (20,2%) e o de check outs na sexta-feira (22,1%), com exceção dos residentes na cidade, que geralmente usam os serviços da hotelaria de quinta a domingo
Dados mostram que os turistas brasileiros ainda são os que mais se hospedam na capital paulistana (82,4%), com uma média de 2,4 pernoites e gastos no período em torno de R$ 1.242. Quanto aos estrangeiros, seus gastos são de R$ 1.735 e 3,7 são os pernoites.
Os negócios e os eventos continuam sendo os interesses apontados pelos entrevistados para visitar São Paulo (somam 70,9%). O lazer vem a seguir (14,3%), com um pequeno aumento em relação ao ano passado (no primeiro semestre de 2011 foi em torno de 12,5%). Os turistas que decidem permanecer mais tempo citam a vida noturna e as compras (total de 44,8%) como as razões principais, entretenimento e gastronomia motivam 30,9%.
Foi identificado que houve uma ligeira redução nas taxas de ocupação em São Paulo, fechando em 65,7%. Porém, os gastos de viagem dos turistas obtidos na pesquisa do primeiro semestre de 2012 são maiores que os de 2011: as despesas no período de viagem foram de R$ 1.354,46, correspondendo a uma média diária de R$ 501,65. Na mesma época do ano passado, o gasto foi de R$ 1.263, com a diária média em torno de R$ 405,06.
No ranking geral, os principais países emissores internacionais continuam sendo os Estados Unidos e a Argentina, seguidos por França, Alemanha e Chile. Do Brasil, a cidade recebe hóspedes dos estados de SP, RJ, PR, MG, entre outros.
Informações sobre os residentes na cidade que utilizam os estabelecimentos nos finais de semana são apresentados na pesquisa. Esse público aponta o lazer/ entretenimento como motivação predominante (39,7%) e a vida noturna como a atividade mais realizada durante a estada.
Confira a pesquisa completa no site www.observatoriodoturismo.com.br.