Encontro discute crédito para negócios na Copa do Mundo

[Por Empresas e Negócios, 28/09/2012]
Informações sobre as linhas de financiamento disponíveis no mercado para as micro e pequenas empresas (MPE) que pretendem aproveitar as possibilidades de negócios proporcionadas com a Copa do Mundo da FIFA 2014 foram o tema do 2º Encontro de Negócios: Oportunidades e Finanças. Cerca de 200 empresários participaram do evento em Natal nessa quinta-feira (27).
A programação teve inicio com o talk show entre as instituições financeiras – Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Bradesco, Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), Caixa, Santander e a cooperativa Credicon/Unicred.
Representantes das instituições repassaram informações sobre o acesso às linhas de crédito e tiraram dúvidas sobre os requisitos de cada banco para aprovar a liberação dos recursos.
O bate-papo foi mediado pela jornalista Mara Luquet, colunista da Rádio CBN e do Jornal da Globo. “Um evento como este ajuda a criar um relacionamento bancário, pois, na maioria das vezes, o empresário entra no banco meio envergonhado, mas a postura deveria ser outra”, apontou Mara Luquet. O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Rio Grande do Norte, Sílvio Bezerra, abriu o encontro e destacou o papel da Instituição em fomentar negócio. “Para crescer e se desenvolver, o financiamento é fundamental”, ressaltou.
Grande parte das dúvidas dos participantes foi relacionada às dificuldades de ter o crédito aprovado e o tempo para aprovação. “O incrível é que não houve questionamentos sobre taxas de juros. Isso comprova que estamos num momento propício ao desenvolvimento dos negócios”, pontuou o diretor-superintendente do Sebrae no Rio Grande do Norte, José Ferreira de Melo Neto, que também participou do bate-papo.
Aproximação
As horas em que Delza Maria de Medeiro passa manuseando papéis e os transformando em convites e outros brindes podem ser compensadas. A artesã foi uma das participantes da Rodada de Negócios. Delza abriu um canal para fornecer os artigos confeccionados para o Arena das Dunas, consórcio construtor do estádio de Natal para a Copa do Mundo da FIFA 2014, e para a operadora de turismo CVC.
“Estou muito otimista com a possibilidade de fechar esses negócios. Sem dúvida, a rodada favorece essa aproximação e abre um leque de possibilidades que a gente nem imagina”, observou a artesã, que já tem cerca de 500 clientes regulares. E a meta é ampliar essa carteira e a produção de peças em pelo menos 30% até a realização do mundial de futebol.
A Rodada de Negócios reuniu 25 empresas âncoras dos setores da construção civil e hotelaria, além de instituições bancárias, que puderam ampliar a oferta de fornecedores de produtos e serviços devido à participação das empresas atendidas pelo programa Sebrae 2014. No total, foram 250 encontros entre essas empresas ofertantes e os compradores.
O objetivo do programa Sebrae 2014 é apoiar micro e pequenas empresas e empreendedores individuais a se tornarem mais competitivos com as oportunidades oferecidas pelos megaeventos esportivos, principalmente pela Copa do Mundo da FIFA 2014. No Rio Grande do Norte, 412 empresas participam da iniciativa e são nove setores englobados: turismo, comércio varejista, serviços, artesanato, construção civil, agronegócios, tecnologia da informação e comunicação, confecção têxtil e confecção bonelaria.