Embratur aumenta verba de promoção e terá R$ 210 milhões em 2013

[Por Mercado e Eventos, 20/09/2012]
No ano que antecede a Copa do Mundo no Brasil, a Embratur terá R$ 210 milhões para gastos em promoção do país nos principais destinos emissores. Esse volume representa um incremento de 15% sobre o gasto esse ano. Segundo o diretor financeiro da Embratur, Tufi Michreff as ações estarão mais voltadas para os países da América do Sul e Estados Unidos. “São mercados prioritários e onde vamos concentrar boa parte das nossas campanhas. Já para a Europa vamos manter apenas o que já estamos realizando em função da crise econômica que afeta aqueles países”, adiantou.
Outra novidade diz respeito a reabertura dos EBTs. Segundo ele a licitação para a coordenação dos 13 EBTs sai até o final deste ano. “Esse trabalho que vinha sendo realizado por eles é importante e a reabertura dos escritórios no exterior reduz nossos custos”, adiantou. Para Tufi Michreff é importante que a Embratur conte sempre com novos aportes de recursos para fazer frente as demandas de mercado. “Afinal de contas temos que ser cada vez mais competitivos com nossos concorrentes diretos”, admitiu.
O diretor da Embratur teve onte, em Brasília, na sede da Embratur, uma reunião de negócios com o presidente da Santur, Valdir Walendowsky, que na ocasião estava acompanhado do diretor da ABIH-SC, João Moriz, do presidente do CDL de Florianópolis, Pedro Abreu e do secretário adjunto de Turismo de Santa Catarina, Ozeas Mafra.