Dilma anuncia corte no custo de energia que beneficiará o Turismo

[Por Mercado e Eventos, 12/09/2012]
A presidente Dilma Rousseff anunciou ontem (11/09) um corte de tarifas e renegociação dos contratos de concessionárias de energia que permitirá a redução de 16,2%, em média, da tarifa de energia elétrica da rede hoteleira em todo o país. “É uma ótima notícia para o turismo brasileiro já que aumentar nossa competitividade é um dos pontos-chave para alcançarmos nossa meta de 10 milhões de turistas estrangeiros. A medida do governo federal vai gerar uma queda real dos custos da rede hoteleira, o que abre oportunidade para um ganho de competitividade”, avalia o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino.
A série de medidas foi anunciada em um evento no Palácio do Planalto. “Essas reduções poderão ser ainda maiores quando a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) concluir os estudos, em março”, explicou Dilma, referindo-se à renovação dos contratos, que será feita com redução dos ganhos das concessionárias, tendo de ser repassado o ganho aos consumidores. “Portanto, estes números são números que me permitem dizer que eu não estou cometendo nenhum exagero ao afirmar que nós estamos tomando uma medida histórica”, disse a presidente.
Dilma Rouseeff explicou que o governo vai antecipar a renovação das concessões das empresas de geração de transmissão e distribuição de energia que venceriam até 2017 e assim assegurar, já em 2013, uma redução de custos. Segundo ela, a renovação permitirá retorno para o consumidor dos investimentos que foram financiados por ele. “A renovação das concessões de geração, de transmissão e distribuição, nos termos que estamos fazendo, beneficia a todos sem exceção”, finalizou Dilma.