Espírito Santo quer fortalecer Turismo de Negócios e Eventos

[Por Mercado e Eventos, 25/08/2012]
A capital do Espírito Santo, Vitória, sedia o II Encontro Nacional de Supervisores da Eventpool, entre os dias 24 e 26 de agosto. As operadoras participantes receberam capacitação neste sábado, com a consultora Vanessa Martin, no hotel Golden Tulip Porto Vitória, e realizam visitas técnicas a hotéis, centros de convenções e atrações turísticas.
“Nossa intenção é que a Eventpool seja uma entidade de referência em logística de eventos. Queremos buscar mais associados para fortalecer a rede. Além disso, como muitos eventos são itinerantes, o que a gente quer e tem conseguido é uma associada da Eventpool indicar outra ao evento que recebeu. Essa troca de informações é o objetivo da Eventpool”, declarou Paulo Renato Fonseca Júnior, presidente da Eventpool e da
Agência de Desenvolvimento Sustentável da Região Turística Metropolitana do Espírito Santo (Adetur-ES), na abertura oficial do encontro.
Na ocasião, estiveram presentes Cláudio Cardoso e Eduardo Carneiro, diretores da Abeoc-ES; Alexandre dos Passos, secretário de Turismo do Espírito Santo; ; Antônio Bispo, secretário de Turismo de Vitória, e Wilson Calil, presidente da Abrasel. Alexandre dos Passos destacou a investimento do Estado para fortalecer o Turismo de Negócios e Eventos. Vitória terá um novo espaço, o Centro de Eventos de Vitória, e a Setur-ES também estuda a implantação do Centro de Eventos das Montanhas Capixabas, em Domingos Martins. “Ainda não temos um centro de convenções que possa receber eventos de grande porte”, declarou Alexandre dos Passos.
A Região Metropolitana do estado, de acordo com Paulo Roberto, oferece atualmente 12 mil, número que vai aumentar para 15 mil até o final deste ano. Eles têm tarifa média de R$ 190 por apartamento, que, com o incremento da oferta, vai cair para R$ 170 “O objetivo agora é atrair pessoas. Nosso pico de ocupação é de terça a quinta-feira. Precisamos trabalhar a área de lazer e captar eventos para os finais de semana e feriados”, completou. Paulo também é diretor da Etérea Turismo e Eventos.
Ele informou que ações com empresas como a Vale, a Garoto e a Fibria estão em desenvolvimento para conquistar a realização de eventos de capacitação das mesmas para o destino. Outra intenção é projetar os principais eventos da região nacionalmente. São eles o Festival de Forró de Taúna, que dura 15 dias, o Festival de Música de São Domingos, que têm atraído músicos nacionais e internacionais, a Feira do Mármore, que conta atualmente com 400 expositores, a Feira da Penha, que deve entrar no calendário oficial, e a Caminhada Anchieta, peregrinação de 104 km, da Catedral de Vitória até Anchieta, nos mesmos moldes de Compostela, e que recebeu 3.500 peregrinos nos últimos três anos. Paulo informou ainda que, na próxima terça-feira (28/08), Ricardo Trade, da Fifa, estará no local junto à Meeting,para apresentar as oportunidades da Copa de 2014 aos empresários do destino.
Durante o encontro, Antônio Olimpio Bispo, secretário de Turismo de Vitória, parabenizou o trabalho da Eventpool e ressaltou a importância do crescimento em conjunto: “Parabéns para a entidade, que vem se fortalecendo ao longo dos anos. Hoje somos [Vitória] a primeira capital a ter 100% do seu esgoto tratado, uma questão de saúde, nossas praias são limpas. Foram investidos R$ 350 bilhões em 218 km de aberturas para passagem da tubulação. Nesse caminho se deixa uma cidade preparada para poder receber bem”.
Turismo Náutico – Outro setor que têm recebido mais investimentos no local é o Turismo Náutico, com o resgate da tradição da pesca oceânica. “Vamos divulgar nossos pacotes turísticos na feira de pesca em La Rochelle, na França, em setembro. Vamos receber também o Campeonato Alemão de Pesca Oceânica este ano, em Vitória. Somos o maior ponto de pesca do mundo do peixe Marlim Azul”, disse o secretário Alexandre dos Passos, e completou: “O Turismo ainda depende do estado porque é difícil fazer Turismo no Brasil.