Turismo durante Rio+20 gera R$ 247 milhões

[Por Mercado e Eventos, 02/07/2012]
Durante a conferência das Nações Unidas, Rio+20, no Rio de Janeiro, a cidade recebeu 110 mil visitantes durante dez dias, que geraram um rendimento extra de R$ 247 milhões ao setor turístico. “A cidade não precisa mais testar. Ela já está sendo testada e está passando no teste”, avalia Pedro Guimarães, presidente da Riotur.
“Apesar de o Rio estar um canteiro de obras, a cidade respondeu muito bem”, ressaltou Alfredo Lopes, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ). A rede hoteleira, que obteve índice de ocupação de 95%, terá 10 mil novas vagas em 36 novos empreendimentos até os Jogos Olímpicos de 2016.
A ABIH estima que sejam criados mais de 40 mil postos de trabalho diretos e indiretos até lá. “Muitos destes postos estão voltados à construção de hotéis, mas no futuro eles precisam ser qualificados para a operação do hotel, e esse é um desafio grande”, avalia Lopes.
Embora tenha prestado atendimento a mais de 260 mil pessoas nos 16 postos de informação montados pela cidade, a Riotur pretende sanar um dos principais problemas enfrentados na Rio+20: a ausência de atendentes bilíngues.
Ainda neste ano, será ampliado o programa municipal Rio Hospitaleiro, que, em 2011, capacitou 3 mil pessoas. De acordo com Guimarães a ideia é oferecer treinamento não só ao setor hoteleiro, mas também a garçons, taxistas, policiais, guardas municipais e garis. “Vamos focar nos atendentes de serviço público, que estão na ponta, para que a cidade esteja pronta para mostrar sua capacidade de receber bem e com qualidade”.