Resorts projetam crescimento na ocupação em julho

[Por Brasilturis, 13/07/2012]
Favorecidos pela retomada do mercado interno, os resorts brasileiros avaliam que possam alcançar neste mês de julho – temporada de férias – um resultado 6% melhor do que a registrada em 2011, quando os empreendimentos do gênero tiveram 52% de ocupação.
Segundo análises da Resorts Brasil (Associação Brasileira de Resorts) e do Senac-SP, o cenário aponta para a retomada do turismo interno a partir do segundo semestre de 2012. Para o turista nacional, a queda dos juros se reflete em menor gasto para a aquisição de pacotes turísticos dentro do País. Por outro lado, o cenário externo não mostra sinais de alteração ou aquecimento. Na região do entorno do país, a limitação à saída de dólares imposta ao turista argentino, pelo governo Kirchner, deve afetar o desempenho dos resorts, devido tal segmento ser parcela importante na composição da demanda.
Para o diretor de comunicação da Resorts Brasil, Heber Garrido, o momento é de diversificar atrações e ativar promoções que possam atrair o turista brasileiro. “O dólar a R$ 2,10 faz com que os resorts fiquem mais competitivos e surjam como uma opção mais atrativa para o turista interno, mas ainda não é a paridade ideal. O segmento precisa ser criativo para retomar mercado, e é o que está acontecendo nesse momento”, avalia.