“Brasil tem dois grandes desafios nos próximos anos”, diz Daniel Santos

[Por Hôtelier News, 19/07/2012]
Garantir que não faltem leitos para os grandes eventos e fazer com que os empreendimentos de hospitalidade não percam a utilidade após a realização destes encontros internacionais. Estes são os dois maiores desafios que o Brasil enfrentará nos próximos anos; nos períodos pré, pós e durante Copa do Mundo e Olimpíadas. A opinião é de Daniel Santos, vice-presidente Comercial da Trend Operadora, em entrevista concedida ao Hôtelier News.
De acordo com o executivo, as empresas e o poder público brasileiro precisam encontrar maneiras de aumentar a oferta no período das competições e fazer com que, depois dos acontecimentos, estas vagas permaneçam ocupadas. “Falando a respeito dos grandes eventos, o que precisa é existir uma mobilização não somente da hotelaria, mas também dos conventions dos destinos, das principais associações do setor para que, no período de Copa, a quantidade de leitos seja aumentada, atingindo números compatíveis de receber o fluxo de visitantes esperado”, explica.
Para Santos, uma das alternativas que sanariam esta necessidade é criar locais provisórios, que depois de serem utilizadas como meio de hospedagem possam abrigar outros tipos de negócios, para suprir a demanda esperada. No entanto, passados os eventos esportivos, será necessário continuar trabalhando para atrair grandes eventos para o País. “Mas, para que a ocupação dos meios de hospedagem mantenham-se no mesmo patamar de antes, os hotéis, cada vez mais, precisam descobrir canais de distribuição diferentes, para que aumentem sua divulgação e possam continuar ocupados”, considera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *