Números da Conferência da ONU no Rio

[Por Brasilturis, 24/06/2012]
Embora tivesse apresentado nos finalmentes, mais promessas do que resultados, a Conferência promovida pela ONU mostrou resultados de boa movimentação para a cidade. Balanço da Prefeitura do contabilizou um rendimento extra de R$274 milhões em hospedagem, transporte e alimentação graças à presença de 110 mil pessoas.
No balanço operacional sobre a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, o Riocentro, local sede dos principais trabalhados, recebeu cerca de 45 mil pessoas. Mais de 1 milhão de participantes estiveram nos eventos paralelos, com destaque para a Cúpula dos Povos, no Parque do Flamengo, que reuniu 300 mil pessoas, e para o Espaço Humanidade 2012, no Forte de Copacabana, com 210 mil visitantes.
Ainda de acordo com a prefeitura do Rio, foram registradas 23 manifestações durante o período da conferência, entre os dias 13 e 22, mas oito delas não causaram impacto ao trânsito. De modo geral, foi considerado que, apesar do grande movimento, o trânsito na cidade funcionou bem durante o período, inclusive entre os dias 19 e 22, quando houve a chegada e a partida das delegações internacionais
A Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) recolheu, entre os dias 13 e 22, um total de 144 toneladas de lixo nos eventos oficiais e paralelos da Rio+20, assim como no Sambódromo e na Quinta da Boa Vista, locais disponibilizados pela prefeitura para acampamentos de participantes da conferência. Desse total, quase um terço (42 toneladas) foi material reciclável, separado por meio de coleta seletiva.
A rede hoteleira da cidade registrou uma ocupação de 95% durante a Rio+20, segundo dados da ABIH-RJ. Mais de 130 mil passageiros foram transportados em ônibus especiais dos hotéis da zona sul e da Barra para o Riocentro, nos dias de realização da conferência.