Mercado de eventos entra em fase de expansão

[Por Jornal O Povo, 10/06/2012]
Em constante evolução, o mercado de eventos no Ceará é responsável pela movimentação de diversas empresas locais, assim como promove o estado para investidores de fora. No entanto, a profissionalização do campo ainda é novidade, e o mercado clama por profissionais qualificados.
As carreiras e atividades costumam ser comuns ao setor turístico, quando envolvem a realização de feiras e congressos. O profissional faz a intermediação de interesses do cliente até demandas dos fornecedores e terceirizados.
Para os próximos anos, o setor volta suas expectativas para grandes eventos, como a Copa 2014, e eventos paralelos a eles.
Conforme Epitácio Vasconcelos, sócio-gerente da empresa Priscila Eventos, “Há muitos eventos planejados em paralelo à Copa, que exigirão assessoramento. Como lançamentos de produtos específicos para ela (Copa), por exemplo”.
Os preparativos já começaram. Cursos técnicos e formativos estão sendo oferecidos a toda hora em Fortaleza, de iniciativas públicas e privadas. Uma segunda língua e qualificação específica podem ser diferenciais na carreira.
Outro aspecto que traz otimismo ao setor é inauguração do Centro de Eventos. Segundo estimativas da Secretaria de Turismo do Ceará (Setur), o empreendimento deve gerar cerca de 400 empregos diretos e mais de 2.000 indiretos.
Para Valéria Cavalcante, conselheira da Associação Brasileiro de Empresas de Eventos (Abeoc) e diretora geral da VC Eventos, “um equipamento desse porte é sempre positivo, porque possibilita comercializar melhor o estado e trazer para cá um turista qualificado, com poder de consumo”.
Segundo Valéria, o espaço é focado em feiras, um dos maiores negócios do setor. Porém, para ela, o estado necessita de equipamentos voltados também para os congressos, que representam o turismo técnico-científico.
Na visão de Epitácio, o Centro de Eventos “abre portas para que grandes eventos, exclusivos do eixo Rio-São Paulo, venham para cá. Como feiras náuticas, feiras de automóveis e tratores, por exemplo”.
Perfil e Carreiras
As carreiras em alta nesse mercado são o captador de eventos, coordenadores e recepcionistas. De acordo com Valéria, para além da formação, o perfil da área é “muito específico”. É preciso saber lidar com mudanças constantes, ter perfeição na entrega do evento, uma bagagem emocional equilibrada, bons níveis de planejamento, organização e poder de decisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *