Eventos da Rio+20 movimentaram R$ 274 milhões na economia da cidade

[Por Business Travel Magazine, 25/06/2012]
Segundo a Riotur, durante a Rio+20, o setor turístico movimentou R$ 274 milhões na economia da cidade, que recebeu cerca de 110 mil turistas no período – um aumento de mais de 50% em relação à previsão inicial. Cerca de 45 mil pessoas estiveram presentes no Riocentro nos dias da conferência oficial e mais de 1 milhão de pessoas participaram dos eventos paralelos, cujos destaques foram a Cúpula dos Povos (300 mil pessoas) e Humanidade 2012 (210 mil visitantes). Mais de 260 mil pessoas foram atendidas nos postos de informação, entre turistas brasileiros e estrangeiros, além de um grande número de cariocas.
Segundo a Secretaria Especial de Turismo, apenas nos eventos paralelos foi gerada uma receita extra de R$ 41 milhões nos últimos quatro dias de evento (19 a 22 de junho). Neste mesmo período, os participantes da conferência movimentaram R$ 68 milhões na cidade, de acordo com dados divulgados pela Embratur. Nos dias que antecederam o encontro dos chefes de estado, de 11 a 19 de junho, 70 mil turistas estiveram no Rio, gerando uma renda de R$ 165 milhões. Destes, segundo o estudo da Embratur, sete mil eram estrangeiros que vieram para os eventos oficiais da Rio+20 e movimentaram cerca de R$ 53 milhões entre os dias 19 a 22 de junho, incluindo gastos com hospedagem, alimentação, transporte e lazer.
O HospedaRio – site de hospedagem lançado há pouco mais de um mês pela Secretaria especial de Turismo – também foi um sucesso de público, aumentando a oferta de hospedagem domiciliar na cidade em 143%. O número de residências cadastradas nas três empresas que atuam no ramo subiu de 169 para 411. A taxa de ocupação no período da Rio+20 chegou a 95%, segundo uma das empresas. De acordo com Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Rio (ABIH-RJ), a taxa de ocupação dos hotéis chegou a 95% no período do evento.