Trade turístico do Ceará prepara plano de captação

[Por Diário do Nordeste, 27/05/2012]
Na expectativa da inauguração do Centro de Eventos do Ceará (CEC) em junho, o trade turístico cearense já está se antecipando para garantir o sucesso do empreendimento que promete aquecer ainda mais o mercado local. Reunidos, ontem, na Fábrica de Negócios, cerca de 15 lideranças começam a preparar um plano de captação para impulsionar o CEC e uma carta com propostas objetivando o fortalecimento dessa cadeia produtiva.
Ambos os documentos serão entregues, no prazo máximo de 60 dias, para o Governo do Estado. Para a atual presidente do Skal Internacional de Fortaleza, Enid Câmara, a intenção é colaborar com a gestão, garantir que o novo Centro de Eventos cumpra com o seu papel e expectativas. “Queremos ser participes desse projeto que esperamos há mais de 20 anos. Estamos fazendo um trabalho de escuta com todas as lideranças para que o governo saiba o que queremos e como podemos colaborar”, afirma a presidente Enid Câmara.
Entre os presentes, ontem, estiveram representantes do Serviço de Apoio às Pequenas e Médias Empresas do Ceará (Sebrae-Ceará), Marina Park, Sindieventos/CE, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Ceará, Associação Brasileira de Empresas de Eventos estadual do Ceará (Abeoc-CE), Fórum de Turismo do Ceará e outros.
Na consultoria geral do evento e responsável pela produção dos dois documentos, o consultor Raimundo Peres, diretor da Conemar Consultoria, reflete sobre a importância do trade debater e contribuir o papel e o perfil do novo Centro de Eventos.
“O equipamento tem que servir, prioritariamente, para os eventos empresariais, os congressuais, as feiras e as exposições. Não pode fugir deste foco, senão, não vai conseguir dar conta das expectativas de geração de emprego e aquecimento do turismo. Não pode ficar servindo só para shows, por exemplo, será sub aproveitado. O trade vai cobrar uma boa gestão”, relata.
A expectativa do sucesso do CEC é grande mesmo. A atual presidente da Câmara Setorial de Eventos do Ceará, Circe Ponte, diz que todos estão abertos ao permanente diálogo e colaboração. “Temos sim que pensar como melhorar a qualidade e garantir competitividade do CEC. Esperamos que o Governo do Estado cumpra com os compromissos e as expectativas”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *