Qualidade indiscutível

[Por Grupo Feira & Cia, 25/05/2012]
Um dos estudos divulgados no final do ano passado pelo Centro Americano de Pesquisa da Indústria de Eventos (Ceir), intitulado “Fatores que impulsionam a decisão de expor”, deixou claro: o que mais interessa aos expositores é a qualidade do público. Esse item foi mencionado por 84% dos entrevistados pela entidade, que elaborou uma pesquisa online com 298 executivos de marketing de diversos setores da indústria norte-americana que estão envolvidos em decisões de marketing e promoção, incluindo a participação em feiras.
No Brasil, esse fator foi comprovado na prática e tornou-se uma das marcas do ExpoSystems 2011, realizado entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.
Distribuídas pelos 8 mil m² do pavilhão, as 107 empresas expositoras da 9º edição do evento — que representou um acréscimo de quase 35% em relação a 2010 — foram unânimes em eleger a qualidade dos visitantes como o ponto alto da feira.
“Fomos muito além de do esperado e fizemos ótimos contatos, que, com certeza resultarão em ótimos negócios. O evento superou todas as nossas expectativas”, comemorou Gustavo Bona, diretor comercial da Promoexpo”, que já garantiu presença na próxima edição.
Dárcio Bertocco, presidente do Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Estado de São Paulo (Sindiprom), também fez questão de destacar essa característica: “Ficamos muito satisfeitos com o balanço da nossa participação neste ano. Alcançamos nossas expectativas graças à ótima qualidade dos profissionais que visitaram o ExpoSystems, em sua grande maioria tomares de decisão nas empresas”.
Vitrine global
Ocupando um espaço de 10 m² na feira, onde no topo era possível avistar em evidência as cores preta, vermelha e amarela, os dez estandes do “pavilhão” alemão despertaram curiosidade nos visitantes e reforçaram o caráter global do evento.
Como resultado dos amplos e diversificados contatos, além da ótima impressão deixada pelos visitantes, congressistas e demais expositores, seis das dez empresas germânicas já confirmaram seu retorno em 2012, de acordo com Elfie Adler, diretora da Associação Alemã de Profissionais de Exposição e Eventos (Famab) e a responsável pelo grupo na ocasião.
Uma das companhias confirmadas é a Holtmann Messe + Event, cuja arquitetura promocional é uma de suas expertises. “O governo alemão já positivou a participação de empresas alemãs no próximo ExpoSystems, e nós somos uma delas. Na verdade, nunca um expositor deve participar de apenas uma edição de uma feira”, assinalou Claus Holtmann, que há dois anos foi um dos palestrantes do evento. “Foi interessante voltar e ver como ele evento cresceu. Está definitivamente consolidado na agenda sul-americana de profissionais de feiras e eventos”, completou.
O que reforça a consolidação do evento, já popularizado no Brasil como a feira das feiras, é o seu status de capítulo internacional da Federação Internacional de Serviços para Exposições e Eventos (Ifes) — entidade que congrega mais de 1.600 empresas, de todos os portes, em todo o mundo.
A federação, cuja sede fica na Bélgica, participou do ExpoSystems tanto como expositor quanto conferencista e mediadora de discussões, através de três de seus membros.
Glória Guevara, diretora-executiva da instituição, que coordenou a troca de ideias sobre redes mundiais de serviços para eventos no Lounge do Conhecimento, falou à Feira & Cia sobre o porquê da entidade no evento: “Nós decidimos participar do ExpoSystems há cerca de sete meses (em abril), com o objetivo de iniciar parcerias que nos servissem de porta de entrada para o mercado brasileiro. E foi uma participação muito produtiva”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *