Prefeitura apresenta planejamento especial para Rio + 20

[Por Mercado e Eventos, 29/05/2012]
Em coletiva realizada na tarde de hoje (29/05), a Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou o planejamento operacional da cidade durante a Rio +20, que acontecerá entre os dias 13 e 22 de junho em diversos locais da capital. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que a Rio + 20 é o primeiro dos grandes eventos que serão realizados na cidade, e que vão trazer importantes transformações e benefícios, mas também transtornos para os cariocas. “Nós vamos ter na nossa cidade mais de cem chefes de estados durante a Rio + 20, e para isso será feito um planejamento especial de trânsito. Pedimos aos cariocas compreensão com as restrições que serão feitas, e também para que recebam os visitantes com a sua simpatia natural”, comentou Paes.
Também estavam presentes na coletiva o secretário de Turismo, Pedro Guimarães; o comandante da Guarda Municipal, coronel Lima Castro; o diretor geral de concessões da secretaria de transportes, Antônio Jofre; a presidente da Cet-Rio, Claudia Secin, a secretária municipal de educação, Claudia Costin; o secretário do Comitê Organizador da Rio + 20, Laudemar Aguiar; e o secretário de conservação e coordenador de operações e logística da cidade durante a Rio+20, Carlos Roberto Osorio.
Transportes – Para que seja feito o deslocamento dos chefes de estado durante a Rio + 20, um esquema de trânsito especial foi formulado. Não estão previstas interdições de vias ou a criação de faixas exclusivas na cidade. Somente no dia 20, parte da Avenida Salvador Allende será interditada de 17h às 18h30. Não será permitido estacionamento para público nos locais da Rio +20. O prefeito pediu a todos que pretendem participar do evento que priorizem o uso de transportes públicos e evitem deslocamentos no entorno dos principais locais do evento. Por esse motivo, inicialmente os ônibus funcionarão com 30% a mais de sua frota, além da criação de uma nova linha: Rio Sul X Rio Centro.
Entre os dias 20 e 22, que serão os principais do evento, todas as faixas reversíveis da cidade serão suspensas, e a Avenida Niemeyer funcionará apenas em um sentido em horários específicos: dia 20 de 13h às 16h no sentido São Conrado e de 18h às 20h no sentido Leblon; dia 21h de 8h às 11h no sentido São Conrado e de 15h às 20h no Leblon; dia 22h de 8h às 11h no sentido São Conrado e de 12h às 15h no sentido Leblon.
O operação contará com mais de três mil agentes, 500 câmeras de monitoramento da cidade, 44 painéis eletrônicos, 349 viaturas e 39 reboques.
Turismo – A Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, disponibilizará postos de informações, fixos e móveis, em diversos pontos da cidade para orientações em relação a hospedagem, acampamentos, pontos turísticos e aos eventos paralelos a Rio + 20. Postos de Informação serão montados no Aeroporto Santos Dumont, Riocentro, Parque do Flamengo, Parque dos Atletas, Quinta da Boa Vista e na Barra.
Acampamento – A prefeitura da cidade cedeu o Sambódromo, a Quinta da Boa Vista, e duas unidades escolares, para que os cerca de 14 mil integrantes de movimentos sociais possam ficar.
Obras – A secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos suspendeu obras em vias públicas no período de 11 a 24 de julho de 2012. Só serão autorizadas em caso de emergência.
Segurança – No dia 5 de junho a Guarda Municipal do Rio de Janeiro vai começar a Operação Rio + 20, que contará com cerca de 2.500 guardas e 219 viaturas nos locais do eventos, nos hotéis, e nos lugares que terá grande movimentação de veículos.
Aulas – Nos dias 20, 21 e 22 foi decretado feriado escolar, e para compensar o calendário escolar essas aulas serão compensadas em dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *