Para atrair hotéis, Maranhão deve diminuir impostos

[Por Hôtelier News, 30/05/2012]
A hotelaria do Estado do Maranhão pode ser beneficiada com a redução de impostos para o setor. A informação é de Jura Filho, secretário do Turismo do Estado do Maranhão, que falou há pouco durante coletiva de imprensa no 42º Congresso Nacional do Skal, que tem início hoje (30) e segue até o próximo sábado (2).
O secretário assume alguns problemas enfrentados pelo segmento turístico na região, a exemplo da degradação do centro de São Luís, patrimônio histórico e carro-chefe da atividade na capital maranhense. Isto, segundo ele, vem sendo negligenciado há alguns anos e agora deve ser minguado com investimentos feitos pelo governo atual para revitalizar o conjunto arquitetônico.
Tal cenário, explica Jura Filho, é responsável pela retração de redes hoteleiras e até empresários independentes quanto à construção de novos hotéis no Estado do Maranhão. A expectativa é que, com o plano produzido pela secretaria para os anos de 2010 a 2020, o destino eleve os fluxos turístico e econômico. Ele cita uma reunião ocorrida nesta manhã (30) com hoteleiros do Luzeiros de São Luís para tratar o tema. Se aprovado, o projeto de redução de impostos – semelhante às barganhas nacionais – deve fomentar a construção de novos hotéis e reduzir as alíquotas cobradas da indústria da hospitalidade.
Outra possibilidade, para dar mais vida ao centro histórico e, consequentemente, ao mercado hoteleiro, seriam algumas parcerias, que estão sendo estudadas, para que universidades se instalem nos casarões da cidade. Isto deve estimular a criação de um polo universitário que, comumente, contemplaria mais investimentos para o turismo.
Uma nova reunião com outros hoteleiros deve ser feita na próxima semana para articular as possibilidades de alíquotas para este mercado.